Subjects -> MEDICAL SCIENCES (Total: 8665 journals)
    - ALLERGOLOGY AND IMMUNOLOGY (218 journals)
    - ANAESTHESIOLOGY (120 journals)
    - CARDIOVASCULAR DISEASES (338 journals)
    - CHIROPRACTIC, HOMEOPATHY, OSTEOPATHY (21 journals)
    - COMMUNICABLE DISEASES, EPIDEMIOLOGY (235 journals)
    - DENTISTRY (293 journals)
    - DERMATOLOGY AND VENEREOLOGY (164 journals)
    - EMERGENCY AND INTENSIVE CRITICAL CARE (124 journals)
    - ENDOCRINOLOGY (151 journals)
    - FORENSIC SCIENCES (42 journals)
    - GASTROENTEROLOGY AND HEPATOLOGY (188 journals)
    - GERONTOLOGY AND GERIATRICS (138 journals)
    - HEMATOLOGY (157 journals)
    - HYPNOSIS (4 journals)
    - INTERNAL MEDICINE (176 journals)
    - LABORATORY AND EXPERIMENTAL MEDICINE (99 journals)
    - MEDICAL GENETICS (58 journals)
    - MEDICAL SCIENCES (2403 journals)
    - NURSES AND NURSING (367 journals)
    - OBSTETRICS AND GYNECOLOGY (207 journals)
    - ONCOLOGY (385 journals)
    - OPHTHALMOLOGY AND OPTOMETRY (141 journals)
    - ORTHOPEDICS AND TRAUMATOLOGY (170 journals)
    - OTORHINOLARYNGOLOGY (83 journals)
    - PATHOLOGY (100 journals)
    - PEDIATRICS (275 journals)
    - PHYSICAL MEDICINE AND REHABILITATION (158 journals)
    - PSYCHIATRY AND NEUROLOGY (833 journals)
    - RADIOLOGY AND NUCLEAR MEDICINE (192 journals)
    - RESPIRATORY DISEASES (104 journals)
    - RHEUMATOLOGY (79 journals)
    - SPORTS MEDICINE (81 journals)
    - SURGERY (406 journals)
    - UROLOGY, NEPHROLOGY AND ANDROLOGY (155 journals)

PSYCHIATRY AND NEUROLOGY (833 journals)                  1 2 3 4 5 | Last

Showing 1 - 200 of 833 Journals sorted alphabetically
Academic Psychiatry     Full-text available via subscription   (Followers: 31)
Academic Psychiatry and Psychology Journal : APPJ     Open Access   (Followers: 13)
ACS Chemical Neuroscience     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Acta Neurochirurgica     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Acta Neurologica Belgica     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Acta Neurológica Colombiana     Open Access   (Followers: 2)
Acta Neurologica Scandinavica     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Acta Neuropathologica     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Acta Neuropathologica Communications     Open Access   (Followers: 1)
Acta Neuropsychiatrica     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Acta Psychiatrica Scandinavica     Hybrid Journal   (Followers: 44)
Actas Españolas de Psiquiatría     Free   (Followers: 2)
Activitas Nervosa Superior     Hybrid Journal  
ADHD Attention Deficit and Hyperactivity Disorders     Hybrid Journal   (Followers: 28)
ADHD Report The     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Administration and Policy in Mental Health and Mental Health Services Research     Partially Free   (Followers: 21)
Adolescent Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Adolescent Research Review     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Advances in Alzheimer's Disease     Open Access   (Followers: 16)
Advances in Clinical Neuroscience and Rehabilitation     Free   (Followers: 31)
Advances in Eating Disorders : Theory, Research and Practice     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Advances in Mental Health     Hybrid Journal   (Followers: 91)
Advances in Parkinson's Disease     Open Access   (Followers: 1)
Advances in School Mental Health Promotion     Partially Free   (Followers: 12)
African Journal of Neurological Sciences     Open Access  
African Journal of Psychiatry     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Aggression and Violent Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 488)
Aggressive Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 22)
Aging & Mental Health     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Aging, Neuropsychology, and Cognition     Hybrid Journal   (Followers: 51)
AJOB Neuroscience     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Aktuelle Neurologie     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Alzheimer Disease & Associated Disorders     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Alzheimer's & Dementia     Hybrid Journal   (Followers: 60)
Alzheimer's Research & Therapy     Open Access   (Followers: 4)
American Journal of Alzheimer's Disease and Other Dementias     Hybrid Journal   (Followers: 19)
American Journal of Clinical Hypnosis     Hybrid Journal   (Followers: 6)
American Journal of Medical Genetics Part B: Neuropsychiatric Genetics     Hybrid Journal   (Followers: 4)
American Journal of Neuroprotection and Neuroregeneration     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
American Journal of Psychiatric Rehabilitation     Hybrid Journal   (Followers: 13)
American Journal of Psychiatry     Full-text available via subscription   (Followers: 239)
Amyotrophic Lateral Sclerosis and Frontotemporal Degeneration     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Analitika : Jurnal Magister Psikologi Uma     Open Access  
Annales Médico-psychologiques, revue psychiatrique     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Annals of Behavioral Medicine     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Annals of Child Neurology     Open Access   (Followers: 1)
Annals of Clinical and Translational Neurology     Open Access   (Followers: 1)
Annals of Clinical Psychiatry : The official Journal of the American Academy of Clinical Psychiatrists     Hybrid Journal   (Followers: 28)
Annals of General Psychiatry     Open Access   (Followers: 28)
Annals of Indian Academy of Neurology     Open Access   (Followers: 3)
Annals of Indian Psychiatry     Open Access  
Annals of Neurology     Hybrid Journal   (Followers: 61)
Annals of Neurosciences     Open Access   (Followers: 4)
Annals of Psychiatry and Treatment     Open Access   (Followers: 2)
Annual Review of Neuroscience     Full-text available via subscription   (Followers: 57)
Anxiety, Stress & Coping: An International Journal     Hybrid Journal   (Followers: 27)
Aphasiology     Hybrid Journal   (Followers: 55)
Applied Neuropsychology : Adult     Hybrid Journal   (Followers: 46)
Applied Neuropsychology : Child     Hybrid Journal   (Followers: 28)
Archives of Clinical Neuropsychology     Hybrid Journal   (Followers: 33)
Archives of Neuroscience     Open Access   (Followers: 6)
Archives of Psychiatric Nursing     Hybrid Journal   (Followers: 29)
Archives of Suicide Research     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Archives of Women's Mental Health     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Archivos de Neurociencias     Open Access   (Followers: 3)
Arquivos Brasileiros de Neurocirurgia : Brazilian Neurosurgery     Open Access  
Arquivos de Neuro-Psiquiatria     Open Access  
Art Therapy Online     Open Access   (Followers: 4)
Asia Pacific Journal of Counselling and Psychotherapy     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Asian Journal of Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 2)
ASN Neuro     Open Access   (Followers: 2)
Assessment     Hybrid Journal   (Followers: 17)
Assessment and Treatment of Child Psychopathology and Developmental Disabilities     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Atherosclerosis     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Atherosclerosis Supplements     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Audiology and Neurotology     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Audiology and Neurotology Extra     Open Access   (Followers: 1)
Australasian Journal of Neuroscience     Open Access   (Followers: 2)
Australasian Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Australian & New Zealand Journal of Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 29)
Autism & Developmental Language Impairments     Open Access   (Followers: 12)
Autism and Developmental Disorders     Open Access   (Followers: 9)
Autism Research     Hybrid Journal   (Followers: 52)
Autism Research and Treatment     Open Access   (Followers: 34)
Autism's Own     Open Access   (Followers: 6)
Autism-Open Access     Open Access   (Followers: 8)
Autonomic Neuroscience     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Autonomy, the Critical Journal of Interdisciplinary Autism Studies     Open Access   (Followers: 5)
Avicenna Journal of Neuro Psycho Physiology     Open Access  
Basal Ganglia     Hybrid Journal  
Basic and Clinical Neuroscience     Open Access   (Followers: 9)
Behavior Therapy     Hybrid Journal   (Followers: 54)
Behavioral and Brain Functions     Open Access   (Followers: 3)
Behavioral and Brain Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Behavioral and Cognitive Neuroscience Reviews     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Behavioral Healthcare     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Behavioral Medicine     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Behavioral Sciences     Open Access   (Followers: 4)
Behavioral Sleep Medicine     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Behavioural Brain Research     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Behavioural Neurology     Open Access   (Followers: 9)
Behavioural Processes     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Biological Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 53)
Biological Psychiatry: Cognitive Neuroscience and Neuroimaging     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Biologically Inspired Cognitive Architectures     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Biology of Mood & Anxiety Disorders     Open Access   (Followers: 6)
Biomarkers in Neuropsychiatry     Open Access  
BioMolecular Concepts     Open Access   (Followers: 2)
Bipolar Disorders     Hybrid Journal   (Followers: 11)
BJPsych Advances     Full-text available via subscription   (Followers: 57)
BJPsych Bulletin     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
BJPsych International     Open Access   (Followers: 2)
BJPsych Open     Open Access   (Followers: 3)
Blue Books of Neurology     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
BMC Neurology     Open Access   (Followers: 22)
BMC Neuroscience     Open Access   (Followers: 17)
BMC Psychiatry     Open Access   (Followers: 38)
Borderline Personality Disorder and Emotion Dysregulation     Open Access   (Followers: 10)
Brain     Hybrid Journal   (Followers: 78)
Brain & Life     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Brain and Behavior     Open Access   (Followers: 15)
Brain and Cognition     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Brain and Development     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Brain and Language     Hybrid Journal   (Followers: 68)
Brain and Mind     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Brain and Neuroscience Advances     Open Access  
Brain Behavior and Evolution     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Brain Communications     Open Access   (Followers: 2)
Brain Disorders & Therapy     Open Access   (Followers: 1)
Brain Hemorrhages     Open Access   (Followers: 1)
Brain Imaging and Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Brain Impairment     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Brain Informatics     Open Access   (Followers: 1)
Brain Injury     Hybrid Journal   (Followers: 31)
Brain Pathology     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Brain Research     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Brain Research Bulletin     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Brain Sciences     Open Access   (Followers: 5)
Brain Stimulation     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Brain Structure and Function     Partially Free   (Followers: 9)
Brain Topography     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Brain, Behavior, and Immunity     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Brazilian Journal of Pain (BrJP)     Open Access  
British Journal of Mental Health Nursing     Full-text available via subscription   (Followers: 23)
British Journal of Music Therapy     Hybrid Journal   (Followers: 8)
British Journal of Pain     Hybrid Journal   (Followers: 27)
British Journal of Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 246)
British Journal of Social Psychology     Full-text available via subscription   (Followers: 41)
Canadian Journal of Behavioural Science     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Canadian Journal of Counselling and Psychotherapy / Revue canadienne de counseling et de psychothérapie     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Canadian Journal of Neurological Sciences     Full-text available via subscription  
Canadian Journal of Psychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 27)
Cannabis and Cannabinoid Research     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Case Reports in Neurological Medicine     Open Access   (Followers: 1)
Case Reports in Neurology     Open Access   (Followers: 5)
Case Reports in Psychiatry     Open Access   (Followers: 17)
Cellular and Molecular Life Sciences (CMLS)     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Central Nervous System Agents in Medicinal Chemistry     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Cephalalgia     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Cerebellum & Ataxias     Open Access   (Followers: 1)
Cerebral Cortex     Hybrid Journal   (Followers: 56)
Cerebrovascular Diseases     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Cerebrovascular Diseases Extra     Open Access  
Child and Adolescent Psychiatry and Mental Health     Open Access   (Followers: 28)
Child Neurology Open     Open Access   (Followers: 5)
Child Psychiatry & Human Development     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Chinese Neurosurgical Journal     Open Access  
Chronic Stress     Open Access  
Ciencia Cognitiva     Open Access   (Followers: 3)
Clínica e Investigación en Arteriosclerosis     Full-text available via subscription  
Clinical and Experimental Neuroimmunology     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Clinical and Translational Neuroscience     Open Access  
Clinical EEG and Neuroscience     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Clinical Journal of Pain     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Clinical Medicine Insights : Psychiatry     Open Access   (Followers: 10)
Clinical Neurology and Neurosurgery     Hybrid Journal   (Followers: 16)
Clinical Neuropathology     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Clinical Neuropharmacology     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Clinical Neurophysiology     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Clinical Neurophysiology Practice     Open Access  
Clinical Neuropsychiatry     Open Access   (Followers: 2)
Clinical Practice & Epidemiology in Mental Health     Open Access   (Followers: 1)
Clinical Psychological Science     Hybrid Journal   (Followers: 12)
CNS & Neurological Disorders - Drug Targets     Hybrid Journal   (Followers: 3)
CNS Spectrums     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Cognition     Hybrid Journal   (Followers: 231)
Cognitive and Behavioral Neurology     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Cognitive and Behavioral Practice     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Cognitive Neurodynamics     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Cognitive Neuropsychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Cognitive Neuropsychology     Hybrid Journal   (Followers: 40)
Cognitive Neuroscience     Hybrid Journal   (Followers: 29)
Cognitive Therapy and Research     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Cognitive, Affective, & Behavioral Neuroscience     Full-text available via subscription   (Followers: 24)
Community Mental Health Journal     Hybrid Journal   (Followers: 17)
Comprehensive Psychiatry     Open Access   (Followers: 13)
Computational Brain & Behavior     Hybrid Journal  
Computational Psychiatry     Open Access   (Followers: 2)
Consciousness and Cognition     Hybrid Journal   (Followers: 39)
Contemporary Neurosurgery     Full-text available via subscription   (Followers: 4)

        1 2 3 4 5 | Last

Similar Journals
Journal Cover
Arquivos Brasileiros de Neurocirurgia : Brazilian Neurosurgery
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 0103-5355 - ISSN (Online) 2359-5922
Published by Thieme Publishing Group Homepage  [241 journals]
  • Neuroparacoccidioidomycosis: Case Report and Literature Review

    • Authors: Morais; Marcus Vinicius de, Georgeto, Sérgio Murilo, Haddad, Marcelo Lourenço, Amorim, José Guilherme da Silva, Scaliante, Luis Guilherme, Paula, Anderson Luiz de, Andrade, Igor Vasconcelos de, Aguiar, Paulo Henrique Pires de
      Abstract: Introduction Paracoccidioidomycosis (PCM) is a systemic mycosis caused by the fungus Paracoccidioides brasiliensis, and it can compromise the central nervous system (CNS) in 10–27% of all cases. Case Report A 31-year-old man presented to the Emergency Department with headache, left-sided weakness, clonus at the ankle and a positive Babinski sign. Head computed tomography (CT) and magnetic resonance imaging (MRI) scans showed a 5.1 × 3.8 cm lobulated lesion with areas of liquefaction in the right centrum semiovale. Discussion Central nervous system PCM can mimic a brain tumor, and most cases are diagnosed by biopsy of the lesion. The treatment includes antibiotics, but some cases require surgery. Conclusion Due to high morbimortality rates, the diagnosis must be considered, and early treatment started in patients who live in rural regions endemic for PCM when a ring-enhancing mass associated with perilesional edema is observed on MRI scans.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-04-04T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0038-1641578
       
  • Intramedullary Dermoid Cyst of the Cervical Spinal Cord –
           C5–C7 Level

    • Authors: Seerangan; Palanisamy, Ashok, Aravinth Kumar, Mahendran, Jolarpettai Venugopal
      Abstract: Introduction Inclusion cysts of the spinal cord are rarely intramedullary. Such cysts are commonly located in the lumbar and thoracic regions and are usually associated with congenital spinal dysraphism and dermal sinus. Intramedullary dermoid cysts in the cervical region without spinal dysraphism are extremely rare. To our knowledge, only seven such cases are reported in the literature to date. Materials and Methods An 18-year-old female patient presented with weakness in all four limbs, more distal than proximal muscle weakness, that had been progressing for 3 years. The magnetic resonance imaging (MRI) showed an intramedullary lesion from C5– C7 with peripheral ring enhancement. “Whorls” were observed within the lesion on T2 weighted image, with associated excavation of vertebral bodies C5– C7. Operative procedure and findings: partial laminectomy of C5– D1was performed. The dura was opened. A small myelotomy was made in the root entry zone. About 1.5 ml of yellowish colored fluid was drained. White shiny debris with hair, whitish pultaceous content and teeth were removed. Complete excision of cyst and its wall was performed. Results The histopathological examination revealed that the cyst wall was lined by stratified squamous epithelium with underlying dermis showing hair follicles, sebaceous glands, adipose tissue and cyst filled with keratin debris suggestive of dermoid cyst. Conclusion The intramedullary location of the dermoid cyst in the cervical cord and the absence of any congenital spinal dysraphism make this case a very unique and rare entity and warrants its inclusion in the reported cases of rare intramedullary space occupying lesions.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-03-27T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0038-1639605
       
  • Resenha do livro Sem causar mal: histórias de vida, morte e
           neurocirurgia

    • Authors: Silva; Gilvan Aguiar da, Silva, Elton Gomes da
      Abstract: Nesse artigo, elaboramos uma resenha sobre o livro: Sem causar mal - histórias de vida, morte e neurocirurgia, escrito pelo neurocirurgião inglês Dr. Henry Marsh, uma obra que pode ser de contribuição significativa para a educação médica no que se refere à ética e à vocação para neurocirurgia.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-03-16T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0038-1639498
       
  • Heterogeneidade dos tumores cerebrais

    • Authors: Belsuzarri; Telmo Augusto Barba, Neves, Maick Willen Fernandes, Costa, Otávio Augusto da, Soares, Diego Alves, Melo Filho, Fernando Antônio de, Guimarães, Mariana Mazzuia, Gonçales, Tiago Fernandes, Zeviani, Wolnei Marques, Araújo, João Flávio Mattos
      Abstract: Heterogeneidade tumoral significa que diferentes células tumorais levam a lesões morfológicas e fenotípicas distintas, com diferentes morfologias celulares, expressão gênica, metabolismo, microambiente, proliferação e possibilidade de lesões metastáticas. A heterogeneidade dos tumores cerebrais malignos tem sido o foco essencial de pesquisas recentes devido às interações notáveis entre genética, epigenética, microambiente e células-tronco glioma, todas mediadas por inflamação crônica. Tumores cerebrais ainda são um desafio no que tange a medicação e doença, podendo, com a carência de opções terapêuticas aliada a resultados insatisfatórios, ocorrer devido à heterogeneidade do tumor e seus múltiplos mecanismos de resistência à quimio e radioterapia. Foi realizada uma revisão da literatura na base de dados Pubmed usando os termos: brain tumor, heterogeneity, epigenetic, microenvironment, e glioma stem cells.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-03-13T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0038-1625962
       
  • Neuropatia compressiva do nervo ulnar em região hipotenar por lipoma:
           relato de caso

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Oliva, Henrique Nunes Pereira, Nunes, Bruno Lopes
      Abstract: Lipomas são tumores bem definidos, de tecido adiposo, presentes no tronco ou nas extremidades, e que ocorrem em pacientes adultos. Esses tumores geralmente se desenvolvem sem dor e de forma insidiosa, podendo, no entanto, comprimir estruturas adjacentes. Este trabalho objetiva descrever o caso de uma paciente do sexo feminino, de 68 anos, com lipoma gigante localizado na face hipotenar, com manifestação de compressão dos nervos digitais palmares comuns, do nervo ulnar, e do músculo abdutor do V dedo. Como sintoma, ela apresentava quadro de dor moderada na face hipotenar, sem sinal de Tinel, e sem alterações da motricidade ou sensibilidade dos dígitos inervados pelo nervo ulnar. Os lipomas podem apresentar variada gama de características histológicas, e o diagnóstico diferencial pode incluir tumores malignos. O exame de imagem pode auxiliar no diagnóstico, o qual é confirmado por meio de estudo histopatológico. Para o presente caso, conforme preconizado na literatura, foi realizado um procedimento cirúrgico para a ressecção do tumor, que resultou no controle dos sintomas.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-02-28T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0038-1623517
       
  • Neurectomia de C2 para tratamento da neuralgia occipital – relato de
           caso

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Nunes, Bruno Lopes
      Abstract: A neuralgia occipital (NO) é uma causa incomum de cefaleia, caracterizada por dor paroxística, em pontada, que se irradia para a região occipital. Este estudo inclui um levantamento bibliográfico e o relato de um caso. A etiologia desta patologia pode variar desde traumas, infecções, compressões de nervos ou vértebras, cirurgias de base de crânio, até alterações degenerativas e anomalias congênitas. Contudo, na maioria das vezes, a etiologia é considerada idiopática. O diagnóstico é essencialmente clínico. No entanto, é fundamental que sejam excluídos outros tipos de cefaleias primárias. O tratamento da NO pode se basear em bloqueios nervosos, medicamentos ou cirurgias. Entre as técnicas cirúrgicas disponíveis, encontra-se a neurectomia do segundo nervo espinhal.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2018-01-08T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1618598
       
  • Aneurysm of the Fenestrated Basilar Artery: Case Report and Literature
           Review

    • Authors: Valsechi; Linoel Curado, Meguins, Lucas Crociati, Maia, Isabela Pinho Tigre, Fares, Adil Bachir, Taffarel, Diogo Andre, Hidalgo, Raquel Cristina Trovo
      Pages: 225 - 229
      Abstract: Introduction Aneurysms of the vertebrobasilar junction are rare, but when present, they are often associated with fenestration of the basilar artery. Frequently, the endovascular treatment is the first choice due to the complex anatomy of the posterior fossa, which represents a challenge for the open surgical treatment alternative. Case Report A 47-year-old man was admitted to the emergency unit with headache, diplopia, neck pain and mental confusion. The neurological exam showed: score of 15 in the Glasgow coma scale (GCS), no motor or sensitivity deficit, palsy of the left sixth cranial nerve and Hunt-Hess grade III. The computed tomography (CT) scan showed subarachnoid hemorrhage (Fisher III) and hydrocephalus. The patient was submitted to ventricular-peritoneal shunt. A diagnostic angiography was performed with 3D reconstruction, which showed evidence of fenestration of the basilar artery associated with aneurysm in the right vertebrobasilar portion. An aneurysm coil embolization was performed without complications. The patient was discharged 19 days later maintaining diplopia, with paralysis of the left sixth cranial nerve, but without any other complaints or neurological symptoms. Discussion Fenestration of the basilar artery occurs due to failure of fusion of the longitudinal neural arteries in the embryonic period, and it is associated with the formation of aneurysms. The endovascular treatment is the first choice and several techniques are described, including simple coiling, balloon remodeling, stent-assisted coiling, liquid embolic agents and flow diversion devices. The three-dimensional rotational angiography (3DRA) is an extremely helpful tool when planning the best treatment course. Conclusion Fenestrated basilar artery aneurysms are rare and complex vascular diseases and their treatment improved with the advent of the 3D angiography and the development of the endovascular techniques.
      Citation: Arq Bras Neurocir 2017; 36: 225-229
      PubDate: 2017-12-20T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1608883
      Issue No: Vol. 36, No. 04 (2017)
       
  • Traumatismos raquimedulares – quando a tomografia inicial é
           insuficiente'

    • Authors: Rodrigues; Pedro Augusto Sousa, Ghizoni, Enrico, Tedeschi, Helder, Joaquim, Andrei Fernandes
      Abstract: Introdução O trauma raquimedular (TRM) é frequente no paciente politraumatizado. O exame padrão para avaliação inicial é a tomografia computadorizada (TC), dada a alta sensibilidade e especificidade quando comparada às radiografias simples da coluna. Entretanto, a TC é insuficiente em algumas situações, principalmente no diagnóstico de lesões ligamentares e medulares. O objetivo deste trabalho é mostrar situações em que a TC não foi suficiente para o diagnóstico das lesões medulares e o manejo dos pacientes com TRM. Materiais e Métodos Apresentamos quatro pacientes, vítimas de politrauma, com TC normal na admissão, e com lesões da coluna instáveis ou que necessitaram de tratamento cirúrgico. Discussão Os casos em questão retratam a necessidade de vigilância neurológica contínua com exame físico seriado e realização de ressonância magnética (RM) em casos de lesão neurológica não explicada pela TC ou suspeita de instabilidade oculta. Conclusão A TC nem sempre é suficiente para o manejo do TRM. A avaliação global dos dados clínicos, achados tomográficos e, eventualmente, da RM, é fundamental para escolher a melhor conduta.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-12-21T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1615781
       
  • Núcleo subtalâmico: revisão neuroanatômica

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Reis, Claudiojanes dos, Sousa, Juliana Rabelo da Silva, Marques, Victória Souza, Gonçalves, Tayná Cardoso, Ribeiro, Iara Cristina Vieira, Cardoso, Leide Daiana Silveira, Guimarães, Victor Caribé Crosland, Marques, Frederico Gustavo de Souza, Pereira, Sarah Dias
      Abstract: Descoberto em 1865 por Jules Bernard Luys, o núcleo subtalâmico (NST)é um conjunto de pequenos núcleos situados no diencéfalo, inferior ao tálamo e superior à substância negra, que pode ser visualizado em um corte coronal posterior. Histologicamente, consiste em neurônios distribuídos de forma compacta e preenchidos com um grande número de vasos sanguíneos e fibras mielinizadas dispersas. Esta revisão apresenta uma análise sobre essa região anatômica, considerando o que há na literatura a seu respeito. Os neurônios subtalâmicos são excitatórios e utilizam o glutamato como neurotransmissor. Em indivíduos saudáveis, esses neurônios são inibidos por células nervosas localizadas no globo pálido lateral. Contudo, se as fibras que compõem o circuito paleoestriado forem lesadas, os neurônios tornam-se altamente excitáveis, provocando assim distúrbios motores que podem ser classificados como: hipercinéticos, tais como balismo e coreia, ou hipocinéticos, por exemplo, doença de Parkinson (DP). O advento da estimulação cerebral profunda tem concedido grande visibilidade ao NST. Estudos destacam que a estimulação desse núcleo realmente ameniza os sintomas motores da doença de Parkinson.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-12-18T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1615268
       
  • Epidemiologia e estimativa de custo das cirurgias do plexo braquial
           realizadas pelo Sistema Único de Saúde no Brasil (2008–2016)

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Socolovsky, Mariano, Araújo, Mariana Mendes, Silva, Mariana Oliveira, Mendes, Mayallu Almeida, Costa, Pedro Augusto, Santos, Telma Soares
      Abstract: Introdução O plexo braquial é responsável pela inervação da extremidade superior do corpo. Cerca de 10% a 20% das lesões dos nervos periféricos são lesões do plexo braquial. No Brasil, a maior parte dos procedimentos cirúrgicos é realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que é público e atende toda a população. Objetivo Descrever a epidemiologia dos procedimentos de microcirurgia do plexo braquial com exploração e neurólise (MPBEN) e microcirurgia do plexo braquial com microenxertia (MPBM) realizados pelo SUS no período de 2008 a 2016. Metodologia Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, cujos dados foram obtidos pelo Departamento de Informática do SUS (Datasus). O estudo foi constituído por todos os pacientes submetidos a MPBEN (código: 0403020034) e a MPBM (código: 0403020042) em nossa instituição. Resultado/Discussão Foram realizados 5.295 procedimentos com uma incidência anual de 2,94/1 milhão habitantes. Os gastos hospitalares desses dois códigos totalizaram R$ 4.492.603,88 (US$ 1.417.225,10). O código de MPBEN apresentou uma média anual de gastos de R$ 68.579,15 (US$ 21.633,80), com um total de gastos de R$ 617.212,40 (US$ 194.704,22). O valor do repasse ao médico para esse código em 2008 era de R$ 153,44 (US$ 48,40), e atualmente é de R$ 230,16 (US$ 72,60). O código de MPBM apresentou uma média anual de gastos com serviços profissionais de R$ 99.732,20 (US$ 31.461,26), e um total de gastos de R$ 897.589,83 (US$ 283.151,36). O valor do repasse ao médico para esse código em 2008 era de R$ 294,56 (US$ 92,92), e atualmente é de R$ 441,84 (US$139,38). Ambos os códigos apresentaram uma defasagem dos valores dos serviços profissionais que oscilou entre 16,55% e 17,64%, ao se utilizar o índice nacional de preços ao consumidor amplo (IPCA) como parâmetro de inflação durante o período estudado. Notou-se que a média de dias de internação desses dois códigos foi de 3,79. Conclusão A ausência de óbitos e a baixa taxa de permanência hospitalar atestam que o procedimento é seguro, com baixa taxa de morbimortalidade. Ambos os códigos apresentaram defasagem dos valores de repasse ao médico no final do período.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-12-13T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1613713
       
  • Terminologia e Legislação referentes aos procedimentos percutâneos
           facetários para tratamento da lombalgia no Brasil – estado atual

    • Authors: Joaquim; Andrei Fernandes, Milano, Jeronimo Buzetti, Daniel, Jefferson Walter, Mudo, Marcelo Luis, Botelho, Ricardo Vieira
      Abstract: As incongruências na terminologia e na legislação brasileira sobre os procedimentos percutâneos facetários (PPFs) para tratamento da dor lombar crônica são constantemente motivos de litígios entre profissionais de saúde e operadoras de saúde suplementar. A Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) descreve quatro tipos de PPF, enquanto a Terminologia Unificada de Saúde Suplementar (TUSS) descreve cinco PPFs lombares distintos, os quais se correlacionam com o os tipos listados no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, elaborado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). No presente artigo, revisamos a terminologia dos procedimentos, propondo a unificação da terminologia e a abolição de redundâncias nas tabelas. Elaboramos, por fim, uma proposta de terminologia única dos PPFs usados para tratamento da dor lombar baseada em sua complexidade e objetivos.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-11-30T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1608908
       
  • Escala de Fisher e déficits cognitivos — revisão da
           literatura

    • Authors: Souza; Moysés L. Ponte de, Vieira, Ana C., Azevedo-Filho, Hildo R.C.
      Abstract: Hemorragia subaracnóidea (HSA) representa de 5 a 10% de todos os tipos de acidente vascular encefálico, estando a ruptura de aneurismas cerebrais relacionada a déficits na memória, nas funções executivas e na linguagem. As alterações nas funções cerebrais parecem estar relacionadas à presença de sangue no espaço subaracnóideo, sendo a escala de Fisher (EF) a forma de mensuração do conteúdo hemático, realizada através de tomografia computadorizada (TC). Este artigo apresenta uma revisão da literatura sobre a associação da EF com déficits cognitivos secundários a HSA aneurismática (HSAa), tendo como banco de dados para a pesquisa o PubMed. A tentativa de correlacionar a quantidade de sangue identificada na TC de crânio com o desenvolvimento de alterações cognitivas apresenta dados bastante conflitantes, evidenciando que alguns dos trabalhos não realizaram testes cognitivos, ou não demostraram diferenças entre os graus da EF por dificuldade na amostragem. A EF, mesmo com suas limitações e imperfeições, parece ser uma forma segura e de fácil reprodutibilidade para predizer déficits neurológicos, cognitivos ou neuropsicológicos, tendo em vista o seu uso rotineiro na análise de pacientes com HSAa.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-09-13T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1606632
       
  • Cisto epidermoide de IV ventrículo: relato de caso

    • Authors: Ribeiro; Washington Clésio da Silva, Camelo, Ricardo Macedo, Silva, Josias Inácio da, Malta, Moana Vergetti, Camelo, Rafael Costa, Alves Filho, Arnon Castro, Pontes, Felipe Gomes de Barros, Porfírio, Adans Soares, Oliveira, Daniel Fonseca, Ribeiro, Bruno Clécio da Silva, Ferreira, Alessandro Henrique Rodrigues
      Abstract: Os cistos epidermoides constituem lesões congênitas, benignas e raras, que correspondem a cerca de 0,2% a 1,8% de todos os tumores intracranianos, sendo que em apenas 5% dos casos localizam-se no quarto ventrículo. Apesar de sua gênese na vida intrauterina, são geralmente diagnosticados entre a terceira e quinta década de vida em decorrência de seu padrão de crescimento muito lento. A imagem ponderada pela difusão da ressonância magnética é fundamental para a formulação do diagnóstico. O tratamento ideal consiste no esvaziamento do conteúdo cístico com ressecção completa da cápsula. Neste trabalho, é descrito um caso de uma paciente de 31 anos de idade com síndrome cerebelar, evoluindo com síndrome de hipertensão intracraniana. A sintomatologia era decorrente de hidrocefalia obstrutiva por cisto epidermoide localizado no interior do quarto ventrículo, confirmado pela anatomia patológica.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-08-24T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1606260
       
  • Fraqueza de flexão do quadril após fusão lombar por via
           transpsoas

    • Authors: Nogueira-Neto; Joes, Marchi, Luis, Aquaroli, Rafael, Camacho, Elder, Amaral, Rodrigo, Oliveira, Leonardo, Coutinho, Etevaldo, Pimenta, Luiz
      Abstract: Objetivo Avaliar o déficit motor decorrente do acesso através do músculo psoas na técnica XLIF. Métodos Estudo prospectivo, não randomizado, controlado, único centro. Sessenta pacientes com média de 61,8 anos. Todos os participantes passaram por fusão intersomática lombar por acesso lateral retroperitoneal com monitoração eletroneuromiográfica. Foram operados de 1 a 3 níveis nesses casos (média de 1,4; 63% eram de apenas um nível; 68% incluíram L4-L5). A força de flexão isométrica do quadril em posição sentada foi determinada bilateralmente com um dinamômetro de mão. As médias das medidas de 3 picos de força (N) foram calculadas. Testes isométricos padronizados foram realizados antes e em 10 dias, 6 semanas, 3 e 6 meses após a cirurgia. Resultados A força de flexão do quadril no lado ipsilateral diminuiu (p 
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-08-23T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1606283
       
  • História e evolução da cirurgia para epilepsia

    • Authors: Passos; Gustavo
      Abstract: A cirurgia para tratamento da epilepsia tem relevância histórica mundial há séculos. Há relatos arqueológicos que remontam ao Egito Antigo, porém, é considerado marco no tratamento cirúrgico da epilepsia na Idade Moderna o ano de 1886, quando foi realizada com sucesso, a primeira cirurgia para tratamento de crises epilépticas focais. Desde então, inúmeros relatos e artigos relacionados foram publicados. Evolutivamente, nos últimos séculos, novas técnicas e tecnologias nos propiciaram o melhor entendimento, diagnóstico e manejo desta enfermidade. Assim, torna-se importante o conhecimento histórico e evolutivo para que possamos compreender melhor a atual posição da cirurgia para tratamento e controle das epilepsias.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-06-30T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1604029
       
  • Caso raro de paciente jovem com meningioma angiomatoso intraventricular

    • Authors: Heemann; Gabriel Carvalho, Paglioli, Rafael Silva, Wainberg, Ricardo Chmelnitsky
      Abstract: Meningiomas pediátricos são raros, representando apenas 2,2% dos tumores do sistema nervoso central (SNC). Em tal faixa etária, localizam-se com maior frequência em sítios atípicos, como, principalmente, o sistema ventricular – com frequência de 8,8 a 13,6%. Em vista disso, e de que o subtipo angiomatoso constitui apenas 2,1% de todos meningiomas, corrobora-se a raridade do caso aqui relatado: paciente feminina de 17 anos diagnosticada com meningioma angiomatoso intraventricular. Foi submetida à ressecção cirúrgica de tumor em corpo e corno frontal do ventrículo lateral direito, não havendo sequela neurológica. Com acompanhamento de 26 meses não apresentou recidiva e demonstra estabilidade clínica. Tumores intraventriculares geralmente possuem crescimento lento e atingem tamanho considerável até ocasionarem sintomas e serem, então, diagnosticados. Somado a isso, a localização profunda do tumor e a proximidade com áreas eloquentes tornam tais tumores um evidente desafio neurocirúrgico. O subtipo angiomatoso, por apresentar hipervascularização (é constituído por mais de 50% de componentes vasculares), pode tanto dificultar, em alguns casos, a ressecção cirúrgica quanto ser erroneamente diagnosticado. Porém, o tratamento cirúrgico visando à ressecção da lesão mantém-se como a conduta de escolha no caso aqui relatado, especialmente, em pacientes nas duas primeiras décadas de vida, nos quais se evita o uso de radiação. Especificamente em relação à cirurgia, optou-se por uma abordagem transcalosa que possibilita uma boa visualização transoperatória da lesão quando localizada em corpo e corno frontal do ventrículo lateral.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-06-23T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1604037
       
  • Epidemiologia e estimativa de custo das cirurgias para síndrome do túnel
           

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Fernandes, Jeffet Lucas Silva, Alkmim, Mateus Silva, Anjos, Evandro Barbosa dos
      Abstract: Objetivo Definir aspectos epidemiológicos e estimativas de custos decorrentes das cirurgias realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para tratamento da síndrome do túnel do carpo no Brasil, entre 2008 e 2016. Materiais e Métodos Estudo documental, com dados do Departamento de Informática do SUS (DATASUS), referentes ao número absoluto e incidência de internações, dias totais e média de permanência nosocomial, valor total investido, e valor dos serviços hospitalares e profissionais no tratamento cirúrgico da síndrome. Resultados No período estudado, realizaram-se 82.123 internações para cirurgia, com crescimento de 62% de 2008 a 2015, acompanhado de incremento no pagamento aos profissionais. Incidência e número absoluto de procedimentos sobressaíram-se no Sul e Sudeste, invariavelmente. A região Norte apresentou número absoluto, incidência e valor investido menores, além do maior tempo médio de internação. A permanência hospitalar média reduziu-se de 1,2 em 2008 para 0,7 dia em 2016. Aplicaram-se R$ 29.463.148,80 no período. Após 2011, o valor do serviço profissional se tornou a maior parcela do total. A remuneração hospitalar correspondeu a 52,49% do gasto em 2008 e 36,24% em 2015, enquanto o gasto com profissionais recebeu o maior investimento em relação ao total em 2012. Conclusão O presente estudo foi discrepante da literatura internacional no que concerne a dados epidemiológicos e estimativas de custo. No Brasil, notou-se disparidade entre o número absoluto, incidência anual e tempo de internação hospitalar desses pacientes. Pesquisas futuras poderão avaliar as variáveis que influenciaram estes resultados, bem como contribuir para intervenções públicas que visem à melhoria da assistência.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-06-23T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1604039
       
  • Perfil epidemiológico das neoplasias primárias malignas do encéfalo na
           região Norte: dados do RHC-Inca

    • Authors: Adriano Filho; Carlos Eduardo, Pinto, Lenon Machado, Jesus, Joel Monteiro de
      Abstract: Objetivo Os tumores do sistema nervoso central (SNC) são considerados raros, com incidência de 3,4 casos a cada 100 mil indivíduos no mundo. Apesar de serem considerados raros, os tumores do SNC vêm ganhando importância epidemiológica devido ao aumento de sua incidência e mortalidade. No Brasil, há carência de pesquisas populacionais quando se trata de câncer no SNC, principalmente no Norte do país. Dessa forma, os autores objetivam traçar o perfil epidemiológico das neoplasias encefálicas malignas na região Norte, de 2001 a 2013. Métodos Os dados foram coletados do RHC-Inca (Registro Hospitalar de Câncer, Instituto Nacional do Câncer) e estratificados em: procedência, gênero, faixa etária, localização primária detalhada e tipo histológico. Foram analisados 742 casos. A maioria dos pacientes teve procedência de cidades interioranas, e houve predominância do sexo masculino. Resultados As faixas etárias mais acometidas foram de 0 a 9 anos e 30 a 49 anos, com decréscimo acentuado a partir dos 70 anos. O lobo frontal foi o mais acometido, seguido pelos lobos temporal e parietal. Os tumores astrocíticos compõem 64,3% do total, seguido pelos tumores embrionários (18,2%) e ependimários (7,4%). No grupo dos tumores astrocíticos, o astrocitoma, SOE (sem outra especificação), e o glioblastoma, SOE, corresponderam a 82,2% dos casos. No grupo dos tumores embrionários, o meduloblastoma correspondeu a 71,9%. Conclusão Ressalta-se a necessidade de mais estudos epidemiológicos nessa área, especialmente na região Norte, com vistas a identificação de fatores de risco, prevenção e diagnóstico precoce na população.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-06-05T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603762
       
  • Epidemiologia e estimativa de custo das cirurgias para hematoma subdural
           

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Araújo, Jéssica Pimenta, Paulino, Ana Luísa Aguiar Simões Alves, Batista, Bárbara Helen Mendes, Freitas, Danielle Gonçalves de, Santos, Jéssica Daiane da Cruz, Andrade, Natália Lopes de Paula
      Abstract: Introdução O hematoma subdural crônico (HSDC) é uma das formas mais frequentes de hemorragia intracraniana. É constituído por uma coleção de sangue fluido e/ou coagulado em vários estágios, encapsulada e bem delimitada, localizada entre a dura-máter e a aracnoide-máter. Objetivo Descrever aspectos epidemiológicos do hematoma subdural crônico (HSDC), coletados no banco de dados do Sistema Único de Saúde (SUS), referentes aos gastos intra-hospitalares, remuneração do profissional médico, taxa de mortalidade e número de óbitos por região, de 2008 ao 1° semestre de 2016. Métodos Artigo realizado entre agosto e setembro de 2016, a partir de uma revisão de literatura sobre os aspectos epidemiológicos do hematoma subdural crônico no Brasil, com base no banco de dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), compreendendo o período de janeiro de 2008 a junho de 2016, bem como em artigos científicos dos últimos 10 anos, publicados nos periódicos eletrônicos PUBMED, SCIELO e LILACS. Resultados Dos aspectos analisados no período de 2008 ao 1° semestre de 2016, foram encontrados os seguintes valores totais: autorização de internação hospitalar (AIH), 33.878; valor de serviço hospitalar, R$ 65.909.429,22; valor dos serviços profissionais, R$ 25.158.683,21; dias de permanência, 304.746; óbitos, 2.758; e taxa de mortalidade, entre 6,47 e 12,63%. Conclusão Embora o HSDC represente um assunto de grande relevância clínica, entende-se que ainda são escassos os estudos epidemiológicos envolvendo-o. Dessa forma, o presente artigo traz uma abordagem atualizada para o tema, com enfoque em aspectos epidemiológicos nacionais do HSDC coletados no banco de dados do DATASUS.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-06-05T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603761
       
  • Landmarks para a localização do núcleo subtalâmico por ressonância
           magnética

    • Authors: Normanha; Luiza Louza, Leão, Jéssica Rodrigues Borges, Silva, Ledismar José da
      Abstract: A estimulação cerebral profunda surgiu como opção terapêutica para a doença de Parkinson avançada na década de 1990, mas os primeiros relatos são do grupo de Benabid, neurocirurgião francês, na década de 1980. O núcleo subtalâmico (NST), mais especificamente sua porção dorsolateral, é o alvo mais comumente abordado. Um dos fatores primordiais para o bom resultado cirúrgico é a acurada localização desse alvo. Assim, este artigo teve como objetivo identificar landmarks que facilitem e refinem a localização do NST por ressonância nuclear magnética (RNM) de crânio. Para isso, foi realizada busca de artigos nas bases de dados PubMed e Science Direct, incluindo-se estudos sobre o uso da RNM de crânio para localização do NST. A localização precisa da porção dorsolateral do NST é de fundamental importância para se atingir a melhor resposta clínica sobre os sintomas motores da doença e minimizar os efeitos colaterais. A RNM de crânio é uma das modalidades localizatórias mais utilizadas, podendo ser associada ou não à tomografia de crânio ou à ventriculografia. As estratégias de localização podem ser classificadas em direta e indireta. Os landmarks estão entre as estratégias indiretas de visualização e os principais (núcleo rubro, sinal de Sukeroku, sinal do entalhe da cápsula interna, comissura supramamilar, trato mamilo talâmico e cisterna interpeduncular) são descritos neste artigo. Os diversos landmarks podem ser utilizados de forma integrada para obter localização mais refinada da porção dorsolateral do NST e o posicionamento ideal dos eletrodos para atingir melhor resposta clínica.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-05-31T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603579
       
  • Transferência ulnar-musculocutâneo nas lesões de plexo braquial: estudo
           de 78 casos quanto a possíveis complicações pós-operatórias

    • Authors: Corrêa; Márcio Gargalhone, Cardoso, Márcio de Mendonça, Gepp, Ricardo de Amoreira, Quiroga, Marco Rolando Sainz, Beraldo, Paulo Sérgio Siebra
      Abstract: Objetivo Analisar 78 casos de lesão de plexo braquial operados, submetidos à técnica de Oberlin entre 2003 e 2012. Possíveis complicações desta técnica foram analisadas, sobretudo possíveis prejuízos motores ou hipoestesia na mão. Método Foi realizada análise retrospectiva de prontuários de pacientes com lesões do plexo braquial com níveis de lesão C5-C6 e C5-C6-C7. Foram analisados casos que haviam sido submetidos ao procedimento de Oberlin associado ou não a outros procedimentos concomitantes do plexo braquial entre 2003 e 2012. O seguimento pós-operatório mínimo foi de 1 ano. Além do exame clínico, foram usados para o diagnóstico e localização da lesão nervosa a eletroneuromiografia e a ressonância nuclear magnética de plexo braquial. Resultados Foram obtidos 78 casos operados que preenchiam os critérios de inclusão. Alterações neurológicas pós-operatórias foram observadas em 18 pacientes, sendo, em sua grande maioria, transitórias. Hipoestesia na face ulnar da mão foi observada em sete casos; dores neuropáticas, em cinco; alodinia, em quatro; e perda motora na mão, em dois casos. Conclusão Considerando os resultados da nossa casuística, concluímos que as sequelas no território do nervo doador são poucas diante do benefício que a técnica de Oberlin pode trazer à recuperação da flexão do cotovelo nas lesões do plexo braquial.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-05-12T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1602809
       
  • A influência do tipo de fio cirúrgico e sutura nos resultados da
           cirurgia aberta da síndrome do túnel do carpo

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Cruz, Beatriz Xavier, Santos, Fabrício Conceição dos, Oliveira, Isabella Mendes de, Sousa, João Pedro Saraiva, Guimarães, Thaís de Oliveira, Lopes, Thiago Antunes, Hoffmann, Ernesto José
      Abstract: A síndrome do túnel do carpo (STC) é resultante da compressão e/ou tração do nervo mediano no túnel do carpo. É a mais frequente neuropatia compressiva dos membros superiores e, geralmente, tem causa idiopática. O diagnóstico é essencialmente clínico através dos sintomas e testes provocativos. A descompressão do nervo mediano por secção do ligamento transverso do carpo é o tratamento de escolha, mas a ausência de consenso sobre o tipo de sutura e fio cirúrgico a serem utilizados na cirurgia aberta de descompressão do túnel do carpo justifica a importância de se avaliar os resultados comparativos dos estudos existentes, tendo como objetivo descrever a influência dos diferentes tipos de suturas e fios cirúrgicos e, assim, orientar os profissionais quanto à conduta mais adequada. Trata-se de um estudo de revisão sistemática da literatura internacional e nacional. Foram encontrados quatro estudos comparando a influência dos tipos de fios cirúrgicos e um estudo avaliando a influência do tipo de sutura. A partir dos estudos comparativos, observou-se que a utilização de sutura não absorvível mostra-se vantajosa pela menor ocorrência de inflamação e complicações de ferida pós-operatória. Ao utilizar suturas Donatti, a inversão de bordas da ferida é menos provável de ocorrer em comparação com suturas individuais simples, porém estas estão relacionadas com dor pós-operatória mais prolongada.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-05-09T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603106
       
  • Paralisia do nervo abducente como manifestação inicial do hematoma
           subdural crônico: relato de caso

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Pereira Oliva, Henrique Nunes, Pereira, Getúlio Paixão, Ramos, Lucas Gabriel Quadros, Azevedo, Henrique Caires Souza
      Abstract: O hematoma subdural crônico (HSDC) é uma forma de hemorragia intracraniana de caráter progressivo, tipicamente associado à casos de traumatismo. A manifestação dessa comorbidade com paralisia do nervo craniano abducente é um achado raro. O presente trabalho visa descrever o caso de um paciente adulto com paralisia do nervo abducente como manifestação do HSDC. O HSDC é mais comumente encontrado em pacientes idosos, com manifestação de hipertensão arterial sistêmica. A relação com o sexto nervo craniano é incomum e chama a atenção no caso reportado. Além disso, o prognóstico é positivo, uma vez que foi realizada cirurgia com trepanação e dreno recomendada em literatura.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-05-08T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603107
       
  • Síndrome de Terson: avaliação de 53 pacientes com hemorragia
           subaracnóidea por ruptura de aneurisma

    • Authors: Santos; Roney Mendonça, Fagundes, Walter
      Abstract: Objetivo A síndrome de Terson (ST) (hemorragia vítrea) tem sido relatada em pacientes com hemorragia subaracnóidea por ruptura de aneurisma. O presente estudo tem por objetivo avaliar a presença de hemorragia ocular em tais pacientes, visando identificar os que se beneficiariam com o tratamento específico para recuperação do déficit visual. Métodos Foram estudados, prospectivamente, 53 pacientes com hemorragia subaracnóidea espontânea por ruptura de aneurisma, em relação à presença de hemorragia vítrea, através de fundoscopia indireta, com seguimento de 6 a 12 meses. Resultados As idades variaram de 17 a 79 anos (média = 45,9 ± 11,7), sendo que 39 pacientes (73%) eram mulheres, e 14, homens (27%). Observou-se que seis pacientes (11%) apresentavam ST, sendo que 83,3% tiveram perda de consciência transitória durante o íctus. Conclusão A avaliação oftalmológica deve ser realizada rotineiramente nos pacientes portadores de HSAE, especialmente naqueles com pior grau neurológico. Além disso, os pacientes portadores da ST apresentaram pior prognóstico.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-05-08T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1603105
       
  • Arteriopatia progressiva cerebral – doença de moyamoya: relato de dois
           casos com apresentações clínicas distintas

    • Authors: Barros-Araújo; Marx Lima de, Santos, Tibério Silva Borges dos, Ricarte, Irapuá Ferreira, Medeiros, Guilherme Victor Sousa, Conceição Brito, Joemir Jabson da, Guindani, Stephany Vargas, Carvalho, Larissa Clementino Leite de Sá
      Abstract: A doença de moyamoya (DMM) é uma desordem cerebrovascular crônica de rara incidência, caracterizada pela estenose progressiva das porções terminais das artérias carótidas internas, associada à proliferação de vasos colaterais anormalmente dilatados na base do crânio, cujo aspecto se assemelha a uma “fumaça”, definido pelo termo em japonês “moyamoya”. A circulação posterior (artérias vertebrais e artéria basilar) também pode ser acometida, porém de forma menos frequente. A apresentação clínica é variada. Este estudo objetiva relatar dois casos de pacientes que apresentaram diagnóstico angiográfico compatível com a DMM e manifestações clínicas distintas.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-04-28T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1602378
       
  • Concussão cerebral: novas classificações e conhecimento
           fisiopatológico atual da doença

    • Authors: Damiani; Daniel, Damiani, Durval
      Abstract: O artigo aborda, por meio de revisão bibliográfica, uma atualização acerca das novas definições e classificações da concussão cerebral, destacando seus mecanismos fisiopatológicos. A elevada prevalência da concussão cerebral nas salas de emergências de todo o mundo torna necessário o conhecimento do seu adequado manejo, a fim de se evitarem suas sequelas tardias, que tradicionalmente comprometem aspectos cognitivos do comportamento. Novas evidências sobre potenciais tratamentos neuroprotetores estão sendo investigadas.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-04-20T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1602691
       
  • Meningioma do quarto ventrículo: relato de caso e revisão da
           literatura

    • Authors: Polverini; Allan Dias, Sola, Rodrigo de Almeida Simon, Bortoluzzi, Guilherme Fonseca, Lombardi, Ismael Augusto Silva, Picone Junior, Giusepe, Almeida Junior, Carlos Roberto de, Clara, Carlos Afonso
      Abstract: Meningiomas estão entre as mais comuns neoplasias do sistema nervoso central, com incidência que pode variar entre 15 e 40% dos tumores intracranianos. Destes, apenas 0,5 a 3% são intraventriculares, dos quais os mais raros são os de quarto ventrículo.Os meningiomas do ventrículo IV se originam, geralmente, do plexo coroide e não possuem aderências durais. Na maioria das vezes, manifestam-se em pacientes jovens, em torno dos 41 anos, com possível predominância no sexo feminino, através de síndrome de hipertensão intracraniana e cerebelar. O tratamento consiste em ressecção cirúrgica, que, comumente, apresenta bons resultados devido às características tumorais. Por isso, para um melhor planejamento pré-operatório, faz-se importante a diferenciação radiológica entre os tumores mais frequentes nessa região.Os subtipos histológicos mais comuns são fibroblástico e meningotelial, ambos de grau I da Organização Mundial da Saúde (OMS), embora existam relatos de tumores de grau II e III.Relatamos um caso de meningioma do ventrículo IV operado em nossa instituição e realizamos revisão da literatura, através da qual verificamos que foram relatados 57 casos até o momento, sendo o primeiro de 1938.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-04-17T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1602169
       
  • Traumatismo cranioencefálico leve: uma breve revisão

    • Authors: Teixeira; Renan Ribeiro, Andrade, Almir Ferreira de, Teixeira, Manoel Jacobsen, Figueiredo, Eberval Gadelha
      Abstract: Considerado a principal causa de invalidez, morte e consumo de recursos, o traumatismo cranioencefálico (TCE) pode ser definido como uma alteração da função normal do cérebro causada por colisão ou movimentos bruscos na cabeça, ou ainda por um ferimento penetrante. Os TCEs são classificados como leves, moderados ou graves. No caso dos traumas leves, há uma grande variedade em sua classificação, que pode ser feita com base no uso da escala de Glasgow entre 13 e 15, em alterações da consciência, em amnésia, na nona revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID-9), e até na escala abreviada de lesões (EAL). Devido a sua importância (corresponde a 75% de todos os TCEs e, segundo o Centers for Disease Control and Prevention [CDC], há aproximadamente 500 novos casos por 100 mil pessoas por ano), este trabalho faz uma revisão breve apontando a epidemiologia, as formas de diagnóstico e os possíveis prognósticos. Assim, podemos entender melhor os traumas leves, pois este é um dos poucos distúrbios da medicina em que a classificação benigna é enganosa, e pode estar associada a complicações ao longo da vida.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-03-28T00:00:00+01:00
      DOI: 10.1055/s-0037-1598610
       
  • Síndrome de Grisel: relato de caso

    • Authors: Roncaglio; Bruno, Debom, Tadeu Gervazoni, Brazolino, Marcus Alexandre Novo, Maia, Thiago Cardoso, Batista Filho, José Lucas, Cardoso, Igor Machado, Jacob Junior, Charbel
      Abstract: Relatamos um caso de doença rara, a síndrome de Grisel, que se manifesta como um tipo de fixação rotatória do atlas sobre o áxis, decorrente de processo infeccioso de vias aéreas superiores. Neste relato, discutiremos etiologia, quadro clínico, diagnóstico, tratamento e evolução do caso após intervenção.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-03-06T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1598650
       
  • Uso de modelos de elementos finitos na biomecânica da coluna lombar

    • Authors: Oppermann; Marcelo, Brasil, Lourdes Mattos, Silva, Alex Sandro Araújo, Cardoso, Leandro Xavier
      Abstract: A mesma relação de correspondência que existe entre mecânica geral e construção civil ocorre entre biomecânica e implantes cirúrgicos. Atualmente, existem inúmeros processos mecânicos que são necessários até que uma prótese seja oferecida ao público-alvo. Estes processos, normalmente, exigem a presença de vértebras humanas, ou mesmo de animais, e têm toda a complexidade que envolve o uso desses tecidos, como comissão de ética, disponibilidade de material etc. Desta forma, os modelos de elementos finitos (MEF) passaram a ser uma ótima opção, como meio de realizar testes biomecânicos e obter independência de peças anatômicas e ao mesmo tempo obter dados matemáticos que auxiliarão no entendimento geral físico. Esta revisão discute os princípios mecânicos que envolvem a bioengenharia; ademais, clarifica os passos para o desenvolvimento dos MEF e finaliza mostrando cenários de aplicação destes modelos. Ao conhecimento dos autores, este artigo é o primeiro estudo de revisão em português, voltado para profissionais da saúde, com uma linguagem acessível para o meio médico.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-03-06T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1594302
       
  • Epidemiologia e estimativa de custo das cirurgias para síndrome do túnel
           cubital realizadas pelo Sistema Único de Saúde no Brasil (2005-2015)

    • Authors: Magalhães; Marcelo José da Silva de, Bernardes, Gabriella Reis Silveira Barros, Nunes, Aline Dias, Castro, Denilson Procópio, Oliveira, Luiza Bizarria Souza, Basílio, Marcos Matheus Dias
      Abstract: Introdução A síndrome do túnel cubital (STCB) é responsável por um dos tipos de neuropatia do nervo ulnar, sendo a segunda causa de neuropatia compressiva do membro superior, superada apenas pela síndrome do túnel do carpo. Objetivo Descrever os dados epidemiológicos do código cirúrgico de transposição do nervo cubital no tratamento da STCB realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de 2005 a 2015. Metodologia Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo cujos dados foram obtidos por meio de consulta à base de dados disponibilizada pelo DATASUS. Resultado/Discussão Foram realizados 774 procedimentos ao longo deste período, e, apesar do acréscimo de 20,3 milhões de pessoas à população brasileira, constatou-se incidência de 0,33:1.000.000. A epidemiologia nacional e internacional aponta para uma discreta prevalência do procedimento em homens, entre a quarta e quinta décadas de vida. A baixa taxa de permanência e a ausência de óbitos hospitalares relacionados ao procedimento atestam que este é seguro, com baixa taxa de morbimortalidade. Conclusão A incidência anual da STCB na população brasileira submetida ao tratamento cirúrgico, pelo SUS, em 2005, foi de 1:7.670.833, e em 2015, de 1:2.174.468. Foram gastos, para cada procedimento cirúrgico, de 2005 a 2015, valores que oscilaram entre R$ 318,88 e R$ 539,74. Observou-se média de 1,85 dias de permanência hospitalar para a realização da cirurgia da STCB.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-02-17T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0037-1598651
       
  • Instrumentos para avaliação cognitiva de pacientes com
           traumatismo cranioencefálico

    • Authors: Zaninotto; Ana Luiza, Guirado, Vinícius Paula, Lucia, Mara Cristina Souza de, Andrade, Almir Ferreira de, Teixeira, Manoel Jacobsen, Paiva, Wellingson Silva
      Abstract: O traumatismo cranioencefálico (TCE) é o maior problema de saúde pública nos países ocidentais. A ocorrência de um TCE traz diversas consequências negativas ao indivíduo, incluindo alterações comportamentais e cognitivas que afetam o ajustamento social e o desempenho em atividades funcionais. A avaliação das alterações cognitivas apresenta dificuldades de definição dos questionários e testes mais apropriados para análise ampla das condições do paciente para aplicação clínica. Neste artigo, realizamos uma revisão crítica dos principais testes de avaliação cognitiva utilizados atualmente, em ambiente clínico e de pesquisa, em pacientes com traumatismo cranioencefálico.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-02-16T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1594244
       
  • Cirurgia totalmente videoendoscópica interlaminar para tratamento de
           hérnia de disco lombar – série de 50 casos

    • Authors: Alvarenga; Marco Aurélio Moscatelli, Rocha, Thiago Alexandre Firmo da, Marchi, Luis, Correia, Leonardo dos Santos
      Abstract: O objetivo deste trabalho é descrever os resultados do uso da cirurgia totalmente videoendoscópica para retirada de hérnias centrais, utilizando a rota interlaminar em uma série de cinquenta casos no Brasil.Estudo não comparativo de série de casos com análise retrospectiva de dados coletados prospectivamente em único centro. Com intuito de descrever a segurança, foram relatadas as complicações e também as reoperações e recidivas observadas durante o seguimento. Para a realização da análise de resultados clínicos, foram utilizados como instrumentos as escalas EVA (escala visual de dor) e índice de Oswestry (questionário para quantificação de incapacidade funcional) antes e após 6 meses da cirurgia.O tempo médio de cirurgia foi de 20 minutos (9-40), com 100% dos pacientes tendo alta hospitalar no mesmo dia do procedimento. A média da EVA melhorou de 9,4 para 1,1 (p 
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-02-07T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1596051
       
  • Hematoma subdural de clivo após drenagem de hematomas subdural
           intracraniano e medular concomitantes – raro relato de caso

    • Authors: Caramanti; Ricardo Lourenço, Fernandes, Ronaldo Brasileiro, Abib, Eduardo Cintra, Elakkis, Richan Faissal, Meguins, Lucas Crociati, Nogueira, Fabiano Morais, Moraes, Dionei Fonseca de
      Abstract: Hematomas subdurais traumáticos medular e intracraniano concomitantes associados a hematomas retroclivais são condicões incomuns. Sua fisiopatologia não é completamente compreendida, mas uma das hipóteses é a migração do hematoma da região encefálica para a medular.Os autores descrevem o caso de um paciente masculino, de 51 anos com cefaléia, náuseas e dor lombar após traumatismo craniano. O mesmo apresentou – se com hematomas subdurais encefálico e lombar. Foi submetido a drenagem e, após uma semana, retornou com um hematoma subdural retroclival. Neste artigo discutimos a fisiopatologia, apresentação clínica, complicações e revisamos o tema.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-01-30T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1593976
       
  • Funções corticais cerebrais – o legado de Brodmann no
           século XXI

    • Authors: Damiani; Daniel, Nascimento, Anna Maria, Pereira, Letícia Kühl
      Abstract: Em 1909, Korbinian Brodmann descreveu 52 áreas funcionais cerebrais, sendo 43 delas encontradas no cérebro humano. Seu consagrado mapa funcional foi incrementado por Glasser et al. em 2016, utilizando técnicas de ressonância nuclear magnética funcional para propor a existência de 180 áreas funcionais em cada hemisfério, baseadas em sua espessura cortical, grau de mielinização, interconexão neuronal, organização topográfica, respostas a multitarefas e avaliação no seu estado de repouso. Abre-se uma enorme possibilidade, através da neuroanatomia funcional, de se entender um pouco mais sobre o funcionamento cerebral normal e do seu comprometimento funcional na presença de uma doença.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-01-30T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1597573
       
  • Estimulação elétrica da medula espinal no tratamento da
           angina refratária

    • Authors: Lages; Gustavo Veloso, Oliveira Júnior, Jose Oswaldo
      Abstract: A doença cardiovascular (DCV) é a principal causa de morte em todo o mundo, inclusive no Brasil. A angina do peito permanece como entidade clínica desafiadora devido ao fato de sua manifestação clínica nem sempre estar relacionada com o grau de obstrução. A dor visceral de qualquer origem pode ser totalmente incapacitante. Ela influencia em todos os aspectos da vida de um paciente, podendo ser uma das principais causas de interrupção das atividades laborais e da estrutura familiar. A estimulação elétrica da medula espinal (EEME) tem sido tradicionalmente aplicada para o tratamento de dor neuropática apresentando de bons a excelentes resultados. A síndrome de dor visceral pode ser tão debilitante e incapacitante como as dores somáticas ou neuropáticas; no entanto, parece haver uma falta de consenso sobre o tratamento adequado e as estratégias para estas desordens. A grande diferença na estimulação medular para a dor visceral, em comparação com a síndrome pós-laminectomia ou síndrome complexa regional, é o número de dermátomos a serem estimulados. A grande maioria das vísceras tem somatotopia de dois a quatro níveis medulares, algumas das vezes necessitando de lateralidade. Após revisão da literatura, conclui-se que a EEME é hoje uma opção viável, de baixo risco e com resultados satisfatórios para o tratamento de dores de origem neuropática e visceral, portanto, passível de utilização na angina refratária, sendo indicada após a falha da terapia padrão. Porém, ainda há necessidade de mais estudos para maior empregabilidade e eficácia do procedimento na prática clínica.
      Citation: Arq Bras Neurocir ; : -
      PubDate: 2017-01-27T00:00:00+0100
      DOI: 10.1055/s-0036-1594256
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.233.229.90
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-