Journal Cover
Revista Araticum
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2179-6793
Published by Universidade Estadual de Montes Claros Homepage  [14 journals]
  • Apresentação

    • Authors: Ivana Ferrante
      Issue No: Vol. 17
       
  • Sumário

    • Authors: Ivana Ferrante
      Issue No: Vol. 17
       
  • A IDEIA DE IDEOGRAMA E A INTERMIDIALIDADE NO OCIDENTE

    • Authors: Andrei dos Santos Cunha
      Abstract: O presente trabalho apresenta algumas questões relacionadas à ideia de ideograma e de sua importância para o imaginário ocidental, em especial para o surgimento da ideia de intermidialidade no cinema e na poesia. Para os artistas brasileiros e da tradição ocidental citados neste texto, a “ideia de ideograma” remete a um retorno a formas mais diretas e visuais de expressão. No entanto, a maneira como o ideograma funciona nas escritas chinesa e japonesa é diferente de como esses autores imaginam que ele se articule. Da mesma forma, a poesia chinesa e japonesa não fazem uso daquilo que Pound denominou o “método ideogramático”, que talvez possa ser melhor compreendido como uma questão da poética ocidental e limitada ao âmbito do modernismo.
      Issue No: Vol. 17
       
  • HENRIQUETA LISBOA & MÁRIO DE ANDRADE: UM DIÁLOGO SOBRE OS “TRÊS
           POEMAS DA TERRA”

    • Authors: Ilca Vieira
      Abstract: Este texto apresenta um estudo crítico sobre os poemas: “Poesia de Ouro Preto”, “Romance de Aleijadinho” e “História de Chico Rei”, de Henriqueta Lisboa, considerando o processo de composição do poema que vai do manuscrito à sua publicação. Esses poemas foram escritos, em 1941, e enviados, em 1942, para Mário de Andrade, com quem essa escritora mineira já vinha mantendo um diálogo profundo através da correspondência.
      Issue No: Vol. 17
       
  • REFERÊNCIAS INTERMIDIÁTICAS: UMA VISITA GUIADA AOS MUSEUS DA ITÁLIA EM
           PATHÉ-BABY

    • Authors: Lucas Zamberlan
      Abstract: Este trabalho objetiva analisar as referências intermidiáticas no livro Pathé-Baby (1926) de António de Alcântara Machado. Para tanto, partimos do conceito de referências intermidiáticas proposto por Rajewsky em Intermidialidade, intertextualidade e “remediação”: uma perspectiva literária sobre a intermidialidade (2012) e o relacionamos com as teorias de Eco (2013), Louvel (2012), Gombrich (2013), Compagnon (2010), Benjamin (2012), Hucheon (1988) e Lambert (2006). Considerando os resultados obtidos, avaliamos que a malha complexa de referências a obras de arte em Pathé-Baby constitui um intercâmbio poderoso entre imagem e texto, contribuindo significantemente nas reflexões acerca da relação entre arte moderna e a tradição.
      Issue No: Vol. 17
       
  • AS MÍDIAS DIGITAIS COMO NOVO ESPAÇO PARA OFICINAS DE ESCRITA
           CRIATIVA

    • Authors: Marcelo Spalding, Luis Antonio de Assis Brasil
      Abstract: A proposta desse artigo é investigar os espaços de aprendizagem, produção e troca de textos de escrita criativa nas mídias digitais. Para fins de seleção da amostra, foram analisados os primeiros 20 resultados do Google para os termos “escrita criativa”. Percebe-se que metade dos resultados no Google remetem a oficinas de escrita criativa online, demonstrando o vigor dessa nova modalidade a partir das mídias digitais. Tais oficinas destacam-se por serem promovidas por escritores independentes, mas contam com estrutura profissional de divulgação.
      Issue No: Vol. 17
       
  • O TECIDO INTERTEXTUAL E INTERMEDIA DA JANE AUSTEN FAN FICTION

    • Authors: Maria Clara Pivato Biajoli
      Abstract: O presente artigo propõe apresentar algumas características do fenômeno da Jane Austen Fan Fiction (JAFF), histórias escritas por fãs atuais da autora inglesa Jane Austen (1775-1817) baseadas, principalmente, no romance Orgulho e Preconceito. Entre essas características, estão a repetição da história de amor em um estilo sentimentalista e o foco no final feliz, o papel do mercado editorial através da livraria americana Amazon e, não menos importante, o diálogo intermidiático e intertextual construído pelos fãs que envolve outras fan fictions, adaptações de cinema e TV e o romance original. Esse diálogo será analisado a partir de trechos de algumas histórias selecionadas e também uma versão de Orgulho e Preconceito no formato de quadrinhos japonês mangá.
      Issue No: Vol. 17
       
  • O CORPO ARTÍSTICO – HOMOEROTISMO EM A MORTE EM VENEZA

    • Authors: Osmar Pereira Oliva
      Abstract: Em muitas obras literárias, o homoerotismo se manifesta através de um olhar seduzido, revelado pela sensibilidade de um artista. A contemplação do corpo belo produz um efeito erótico, sob o olhar daquele que procura a perfeição na arte. A novela A Morte em Veneza, de Thomas Mann, revela o homoerotismo como um desejo artístico, sublimado. As representações do corpo grego, apolíneo são uma metáfora da tentativa de capturar o belo artístico. Este trabalho pretende, pois, discutir o amor platônico do artista Aschenbach pelo adolescente Tadzio, sob o viés da interdição.
      Issue No: Vol. 17
       
  • “CLARICE LISPECTOR CURTIU UMA PUBLICAÇÃO EM QUE VOCÊ FOI MARCADO”:
           LEITORES-FÃS E AS TRANSFORMAÇÕES DO LITERÁRIO NO CAMPO DA MIDIA
           DIGITAL

    • Authors: Sayonara Amaral de Oliveira
      Abstract: Este texto reflete acerca do modo pelo qual uma “cultura dos fãs” produz novas modalidades de apropriação e de enunciação do literário na contemporaneidade, à revelia dos critérios de leitura especializados e legitimados junto ao campo instituído da literatura. A discussão aborda as fan pages criadas pelo público, nas redes digitais, em homenagem a escritores brasileiros consagrados.
      Issue No: Vol. 17
       
  • O GRANDE GATSBY DO NOVO SÉCULO: UMA ANÁLISE DA ADAPTAÇÃO
           CINEMATOGRÁFICA DE BAZ LUHRMANN

    • Authors: Verônica Daniel Kobs
      Abstract: Este artigo analisa o romance O grande Gatsby, de Francis Scott Key Fitzgerald, e a adaptação cinematográfica homônima (2013), dirigida por Baz Luhrmann. Baseando-se principalmente nos estudos de Gérard Genette e Robert Stam, para tratar da intermidialidade, e de Zygmunt Bauman, para discutir a sociedade do século XXI, serão avaliadas as escolhas do diretor, no processo de adaptação, de modo a demonstrar a relevância desses elementos para os contextos contemporâneos social e artístico.
      Issue No: Vol. 17
       
  • RELEITURA, TRANSFORMAÇÃO E IMPERMANÊNCIA EM AMOR DE CLARICE – V.2, DE
           RUI TORRES

    • Authors: Vinicius Carvalho Pereira
      Abstract: No que tange ao emergente fenômeno da ciberliteratura, os recursos computacionais, cada vez mais sofisticados, vêm ensejando poéticas antes inimagináveis, sobretudo em termos de multiplicidade de figurações e leituras, dada a condição subversiva de devir que habita a plástica substância do digital, em transformação a cada clique do leitor. Nesse contexto, optou-se neste artigo pela análise da obra Amor de Clarice – v.2, do poeta português Rui Torres, a fim de compreender como esta, valendo-se de distintos recursos técnicos digitais, enseja efeitos estéticos em que se destacam a releitura do conto “Amor”, de Clarice Lispector (1998); a transformação de um sistema computacional, da versão 1 para a versão 2, para fins artísticos; e a impermanência dos signos dispostos na interface do software-poema, sempre movediços, permutáveis e efêmeros.
      Issue No: Vol. 17
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.210.11.249
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-