for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help

Publisher: PUCSP   (Total: 30 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 30 of 30 Journals sorted alphabetically
Algazarra : Revista do Centro de Pesquisa Comunicação e Cultura : Barroco e Mestiçagem     Open Access  
Aurora. Revista de Arte, Mídia e Política     Open Access  
CADUS - Revista de Estudos de Política, História e Cultura     Open Access  
Cognitio : Revista de Filosofia     Open Access  
Cordis : Revista Eletrônica de História Social da Cidade     Open Access   (Followers: 1)
Distúrbios da Comunicação     Open Access  
Ecopolítica     Open Access  
Ensino da Matemática em Debate     Open Access  
FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária     Open Access  
Hypnos. Revista do Centro de Estudos da Antiguidade     Open Access  
Intercâmbio. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem     Open Access  
Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade     Open Access  
Interespe. Interdisciplinaridade e Espiritualidade na Educação     Open Access  
J. on Innovation and Sustainability     Open Access   (Followers: 7)
Leitura Flutuante. Revista do Centro de Estudos em Semiótica e Psicanálise     Open Access  
Lutas Sociais     Open Access  
Paralaxe     Open Access  
Pensamento & Realidade. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração     Open Access  
Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política     Open Access  
Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba     Open Access  
Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe)     Open Access  
Revista de Cultura Teológica     Open Access  
Revista de Estudos da Religião (REVER)     Open Access  
Revista de Produção Discente em Educação Matemática     Open Access  
Revista do Instituto GeoGebra Internacional de São Paulo     Open Access  
Revista do Núcleo de Estudos de Religião e Sociedade (NURES)     Open Access  
Revista Eletrônica de Biologia     Open Access  
Revista Eletrônica Espaço Teológico     Open Access   (Followers: 1)
Teoliterária : Revista Brasileira de Literaturas e Teologias     Open Access  
Último Andar     Open Access  
Journal Cover Teoliterária : Revista Brasileira de Literaturas e Teologias
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Online) 2236-9937
   Published by PUCSP Homepage  [30 journals]
  • Sabedoria popular: literatura e religiosidade

    • Authors: Antonio Manzatto, Alex Villas Boas
      Pages: 5 - 11
      Abstract: Editorial - Sabedoria Popular: Literatura e ReligiosidadePopular Wisdom: Literature and ReligionJan./Jul. 2017 – vol. 7, no. 13
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p5-11
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • A Poesia de Patativa do Assaré e a opção pelos pobres!

    • Authors: Emerson Sbardelotti Tavares, Antonio Manzatto
      Pages: 12 - 52
      Abstract: ResumoA poesia é a ponte que nos aproxima do sagrado, quando todas as outras pontes estão interditadas. A poesia nos ensina a voar quando nossos pés não conseguem mais experimentar o chão. Antônio Gonçalves da Silva, conhecido internacionalmente como Patativa do Assaré, foi um dos mais autênticos e importantes representantes da cultura popular nordestina. Sob a ótica da Teologia, a partir das intuições fundantes da Teologia da Libertação, pretende-se analisar a poesia do poeta Patativa do Assaré, no recorte em que sua obra sugere e aponta a Opção pelos Pobres. O artigo apresenta a Opção pelos Pobres enquanto refundação de uma utopia. A Opção pelos Pobres é atual, necessária e útil e deve ser vivida, assumindo todas as consequências até o martírio, pois Patativa do Assaré, mesmo não sendo um teólogo, procurou ser sempre um poeta coerente com suas escolhas; dentre elas nunca abriu mão da verdade, da justiça, da liberdade e de viver no meio do povo. Pode-se afirmar que no fundo, mais importante do que a Teologia e a Literatura, é a libertação do povo, a realização da justiça que leve o povo a viver com dignidade e em fraternidade.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p12.52
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Patativa do Assaré: Teologia e Literatura Latino Americana à
           maneira do Povo

    • Authors: Alex Villas Boas, Darlene Aparecida Campos Silva
      Pages: 53 - 87
      Abstract: O presente artigo visa analisar como a poética patativiana é propícia em si constitui um exercício de ressignificação da Tradição católica em sintonia com a tarefa Conciliar do Vaticano II de atualizar o sentido e o significado da mensagem cristão ao mundo contemporâneo, “à luz do Evangelho e da experiência humana” (Gaudium et Spes, 46). Para tanto se elege o método antropológico para uma análise comparada entre a semântica teológica e a semântica literária patativiana, dentro daquilo que se chamou de teopatodiceia, como análise do sentido de Deus na busca de sentido humano e seu desdobramento na construção de um outro humano. Há uma teologia rica, profunda e clara na obra poética de Antonio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré sob a forma de teopoética. Em seus rústicos poemas, se desvela um novo olhar sobre o lugar e o papel de Deus no sofrimento humano, no qual revela-se o divino, na constante dinâmica graça-natureza, sendo defendido pelo olhar agudo do matuto sem escola, que vai pela fé e pela poesia, com a maestria de um douto, fazendo a páscoa do homem rude do sertão cearense para a doçura e o amargor do vivente que se encanta e sofre as cotidianidades da vida simples. 
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p53-87
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Ressignificação e Ortodoxia: poesia e religiosidade

    • Authors: Cristiane Moreira Cobra
      Pages: 88 - 109
      Abstract: Este trabalho é fruto de uma pesquisa bibliográfica e teórica sobre a poesia de Patativa do Assaré. Constata que o discurso poético constituído em sua obra aponta para elaboração de uma forma de contestação e resistência diante das desigualdades vivenciadas pelo seu grupo, que toma por referência a religiosidade cristã popular. Como elementos dessa poética resistente, ressaltamos a memória, a oralidade, a ressignificação de conceitos instituídos pela ortodoxia da Igreja, bem como a abordagem de temas pertinentes aos membros desse grupo. A interpretação analítica dos poemas tem como referências a teoria literária de Alfredo Bosi, a idéia de metamorfose identitária desenvolvida por Ciampa, bem como as análises da cultura desenvolvidas por Renato Ortiz e Clifford Geertz. Patativa recorre ao imaginário religioso cristão católico como fonte de sentido e significado, revelando formas típicas da cultura popular de compreensão da religiosidade. 
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p88-109
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • A Literatura de Folhetos Nordestinos e a Religiosidade Popular

    • Authors: Sidnei Vares, Sr. Carvalho Viana
      Pages: 110 - 124
      Abstract: A proposta deste artigo é delinear a literatura de folhetos nordestinos, genuinamente brasileira e definir suas características próprias que são a oralidade e a versificidade. Os ciclos da literatura de folhetos são distintos entre si, sendo o ciclo religioso o de maior ênfase, pois traz consigo, o pietismo popular do povo nordestino. Ressalta-se a figura do poeta Patativa do Assaré. Os procedimentos metodológicos foram: evidenciar o catolicismo como uma fonte rica de nossa cultura religiosa, e como o eixo da religiosidade popular nas classes simples do Brasil se expande pelas benzedeiras, rezadeiras e “ladainhas”. Nas linhas gerais, o trabalho informa o leitor sobre essa preciosa literatura que tem traços culturais: regionais e religiosos em sua formação, quais os seus primeiros passos e como continua a se expande por todos os estados. Exalta-se a religiosidade e sua repercussão. Valorizando assim nossa cultura pela piedade popular de modo através da literatura de Folhetos Nordestinos.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p110-124
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • A Figura de Padre Cícero na Literatura de Cordel: Interdiscurso e
           ethos

    • Authors: Ivanaldo da Silva Santos, Francisca Aline Dias
      Pages: 125 - 147
      Abstract:  O presente estudo tem por objetivo analisar o interdiscurso e o Ethos Discursivo na concretude da Literatura de Cordel, observando, dentro do discurso do enunciador, como o ethos de Padre Cícero é construído. Nesse intento, partiremos do seguinte questionamento: Como se dá a construção do ethos discursivo da figura de Padre Cícero na Literatura de Cordel' Para isso teremos como corpus de pesquisa dois folhetos de cordel que tem como título Cinco respostas para cinco perguntas sobre Padre Cícero, Batista (1998); Padrim Cícero, o Cearense do século, Santos (1963). Esse estudo é orientado a partir das teorias da análise do discurso de vertente francesa, sobretudo os estudos de Dominique Maingueneau (1989, 200, 2008, 2015). Já no que diz respeito aos estudos da Literatura de Cordel buscaremos apoio em autores como Potier (2013), Acopiara (2012), Slater (1984). Assim, a partir das nossas análises observamos que na concretude da Literatura de Cordel há um espaço interdiscursivo, no qual o mesmo é responsável pela resignação da imagem de Padre Cícero, assim como verificamos que o ethos de Padre Cícero, é um ethos pré – construído. 
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p125-147
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Apropriação dos Símbolos na dinâmica da Devoção Popular do Sertanejo
           Nordestino

    • Authors: Wagner Lima Amaral
      Pages: 148 - 166
      Abstract: A apropriação dos símbolos na identidade devota é o tema deste artigo que objetiva considerar, através da análise bibliográfica, a dinâmica da devoção popular do sertanejo nordestino a Padre Cícero, criando seu espaço de transcendência e imanência em meio ao lugar em que vive. A preservação desse espaço por meio da devoção, não somente estabelece novas dinâmicas para o sofrido sertanejo como influencia determinantemente em sua própria identidade, acrescentando ou acentuando características como uma visão poética da realidade, uma apropriação dos símbolos, uma resistência à desesperança, uma compreensão mística da vida. Tais características influenciam na formação de sua identidade, tornando-o autor e ator de sua própria realidade, inventor de uma dinâmica bela e esperança para a vida; na qual ressignifica antigos conhecimentos, tornando-os aplicáveis em seu novo contexto, criando uma resistente esperança na qual toda a realidade é entendida, interpretada e vivida em forte tonalidade mística cristã, trazendo significado para esta vida e a por vir, numa perspectiva escatológica triunfal. Assim, é o devoto que determina a preservação da vida ao sertanejo por meio de seu espaço.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p148-166
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Sabedoria popular andina: provérbios Quéchuas

    • Authors: David Mesquiati de Oliveira, Kenner Roger Cazotto Terra
      Pages: 167 - 192
      Abstract: A sabedoria popular andina expressa nos provérbios Quéchua é rica em elementos morais e comportamentais. No provérbio analisado aqui, o Ama llulla, ama qhilla, ama suwa (“Não sejas mentiroso, não sejas preguiçoso, não sejas ladrão”) fica evidente essa moral comunitária e social. Esse Tricálogo ético e moral dirigia a vida dos Quéchuas desde os pequenos povoados até o Tawantinsuyu Inca, perpassando centenas de anos e ainda servindo de referência para os cerca de 10 milhões de latino-americanos que atualmente falam o idioma quéchua e vivem sua cultura nos Andes (Bolívia, Peru e Equador). Como gênero literário sapiencial, os provérbios podem ser analisados e comentados. Nesse texto, buscou-se fazer a conexão entre a cultura Quéchua do provérbio e a fé cristã.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p167-192
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Theological Aesthetics and Everyday Neoliberalism

    • Authors: Peter Fritz
      Pages: 193 - 213
      Abstract: Theological aesthetics in the present must turn toward everyday life, especially because of neoliberal capitalism’s comprehensive deformation of the everyday. Karl Rahner’s theology, with its emphasis on Jesus Christ’s (re)configuration of everyday human life, proves dually advantageous for turning theological aesthetics toward the everyday and generating Catholic, theological-aesthetic discursive resistance to neoliberalism’s pernicious everyday aesthetic. This article’s first part explicates what constitutes a Rahnerian theological aesthetic: the embeddedness of Jesus Christ in everyday human life, which is “aesthetic” in its embodiedness. Part two switches focus to neoliberal capitalism, providing a brief account of how it distinctively shapes everyday human life, especially with regard to fragmentation of the self, tacit support for systemic cruelty toward others, and somatic manipulation. Part three suggests how Rahner’s theological aesthetic, with its robust account of embodied aesthesis as expressive of deep spiritual freedom shaped by Christic transformation, proves resistant to everyday neoliberalism, which is an aesthetic shaped by marketization of the human person and punitive behavior toward people deemed “market failures” (who in Christian parlance we would call “the least of these,” Mt 25:45).
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p193-213
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • A presença da Teologia na Cultura: Uma interpretação sobre a
           Imaterialidade da Cultura

    • Authors: Euler Renato Westphal
      Pages: 214 - 232
      Abstract: O autor aborda a questão do lugar da teologia no contexto da tradição positivista do mundo acadêmico brasileiro, o qual deixa a teologia à margem. Observa-se a necessidade de uma discussão crítica sobre o lugar da teologia nas teorias de cultura. O artigo defende que a espiritualidade é o núcleo e a expressão de uma cultura. A partir disso, constata-se que os conceitos de Weltanschauung (cosmovisão) e Lebensanschauung (visão de vida) são padrões culturais, sistemas de orientação, para que a vida humana seja possível. Essa imaterialidade da cultura possibilita sentido para a vida humana, que revela as relações invisíveis, entretanto, reais de uma espiritualidade. As teias de significados proporcionadas por uma visão teológica organizam a cultura. No processo de secularização, a cultura assume o papel religioso de redenção da natureza pecaminosa do ser humano. A teologia, como ciência, tem a tarefa de analisar e interpretar os processos imateriais, ou seja, a espiritualidade de uma cultura.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p214-232
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • O Romance Caim de José Saramago desde a Teologia Narrativa de Paul
           Ricoeur

    • Authors: René Armand Dentz
      Pages: 233 - 146
      Abstract: A intenção do presente artigo é abordar o pensamento de Paul Ricoeur, filósofo contemporâneo francês, em sua vertente teológica e, a partir de sua proposta de Teologia Narrativa, estabelecer uma hermenêutica da obra Caim, de José Saramago. Embora cientes da advertência elaborada por Ricoeur do cuidado em se estabelecer os limites e aproximações entre a teologia, a filosofia e a literatura, de fato, o nosso pensador sempre recusou a etiqueta de “filósofo cristão”, procurando manter eqüidistante sua confissão de fé e o procedimento filosófico. Do mesmo modo, Saramago se dizia ateu e buscava uma desconstrução profunda da teologia. No entanto, a partir da abertura hermética proposta por Ricoeur em relação à teologia, torna-se possível interpretarmos também a obra de Saramago sob outro prisma, abrindo-lhe também uma possibilidade teológica (original).
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p233-146
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • Cenas iniciáticas em Ulisses entre o amor e a morte, de O. G. Rego de
           Carvalho

    • Authors: José Wanderson Lima Lima Torres
      Pages: 247 - 263
      Abstract: Este estudo investiga as cenas iniciáticas presentes na obra Ulisses entre o amor e a morte, do escritor O. G. Rego de Carvalho. Procura-se demonstrar que a literatura não apenas resguarda e recria mitos e ritos como também, no que tange à sua proximidade com a vivência sacral do homo religiosus arcaico, oferece uma experiência distinta de vivência temporal. Tal experiência destoa da concepção linear e progressiva da sociedade secular moderna.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p247-263
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • A fé que oprime em Ingmar Bergman: Considerações a partir de “Luz de
           Inverno” e “O Sétimo Selo”

    • Authors: Valney Veras da Silva, Jose da Cruz Lopes Marques
      Pages: 264 - 287
      Abstract: O presente artigo tenciona propor um diálogo entre teologia e cinema, tendo como fio condutor a temática da fé e suas possíveis relações à luz da doutrina cristã. Para este fim, a discussão será conduzida a partir de dois filmes que aprofundam a problemática da fé. A visão de uma fé que oprime, angustia e desespera em virtude de seu caráter paradoxal e absurdo será discutida a partir dos filmes Luz de inverno e O sétimo selo do cineasta sueco Ingmar Bergman. Eventualmente, recorreremos a categorias da filosofia kierkegaardiana a fim de lançar luz ao entendimento apresentado por Bergman nos filme supracitados. 
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p264-287
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • O Evangelho segundo o Pastor Gaúcho: Um estudo dos paratextos presentes
           em suas Pregações no Facebook

    • Authors: Salma Ferraz, Camila Ambrosini
      Pages: 288 - 304
      Abstract: Este artigo tem por objetivo realizar um breve estudo acerca dos paratextos que integram as pregações que são realizadas pelo Pastor Gaúcho, personagem oriundo das mídias digitais, mais especificamente de redes sociais como o facebook, o twitter e o instagram, o qual costuma reescrever diversos excertos da Bíblia Cristã a partir do dialeto gaúcho com a finalidade de, dessa forma, evangelizar – por um viés regionalista e também lúdico – os cristãos que o seguem. Dentre os elementos paratextuais a serem analisados em suas pregações no facebook, serão destacados: o título, as ilustrações e o linguajar gaudério (típico dos habitantes dos pampas gaúchos), uma vez que, claramente, representam aspectos de fundamental importância para a composição da obra.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p288-304
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • “Yahweh é meu pastor. Não faltarei”. Uma proposta de tradução e
           interpretação para o Salmo 23

    • Authors: Osvaldo Luiz Ribeiro
      Pages: 305 - 326
      Abstract: Problematização da tradução clássica “nada me faltará”, no Salmo 23,1b, com desdobramentos de problematização também na interpretação do salmo. Proposta de tradução e interpretação do Salmo 23. O objetivo do artigo é problematizar as interpretações correntes do Salmo 23. A partir da proposta de uma nova tradução do verso 1b, até onde se pode verificar, inédita, bem como da problematização do sentido de expressões do salmo, propõe-se uma nova interpretação do Salmo 23, com elementos presentes em interpretações correntes, e elementos inovadores. Metodologicamente, tratou-se de investigar o comportamento sintático do verbo חסר (hsr) na Bíblia Hebraica, bem como, no mesmo escopo, buscar analogias para o tema da “mesa” e dos “inimigos”. Traduzido o salmo e incorporados os resultados da investigação mencionada, propôs-se uma nova interpretação ao texto. Concluiu-se que o autor implícito da composição pode ser assumido com um rei que, experimentando uma grave e ameaçadora crise, com risco de morte, recupera a memória de sua unção, para, confiado no nome do deus que o ungiu, protestar sua confiança de que não apenas não seria derrotado, mas de que derrotaria e humilharia seus inimigos. A confiança de que não seria derrotado se expressa na proposta de tradução do v 1b: “não faltarei”.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p305-326
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • MAGALHÃES, Antonio Carlos de Melo. Religião: crítica e criatividade.
           São Paulo: Fonte Editorial, 2012.

    • Authors: Marcelo Lopes, Arnaldo Érico Huff Júnior
      Pages: 327 - 333
      Abstract: Trata-se de uma resenha da obra em tela.
      PubDate: 2017-07-21
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p327-333
      Issue No: Vol. 7, No. 13 (2017)
       
  • expediente - edição 13

    • Authors: Alex Villas Boas
      Pages: 1 - 4
      DOI: 10.19143/2236-9937.2016v7n13p1-4
      Issue No: Vol. 7, No. 13
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 23.20.129.162
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016