for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help

Publisher: PUCSP   (Total: 30 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 30 of 30 Journals sorted alphabetically
Algazarra : Revista do Centro de Pesquisa Comunicação e Cultura : Barroco e Mestiçagem     Open Access  
Aurora. Revista de Arte, Mídia e Política     Open Access  
CADUS - Revista de Estudos de Política, História e Cultura     Open Access  
Cognitio : Revista de Filosofia     Open Access  
Cordis : Revista Eletrônica de História Social da Cidade     Open Access   (Followers: 1)
Distúrbios da Comunicação     Open Access  
Ecopolítica     Open Access  
Ensino da Matemática em Debate     Open Access  
FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária     Open Access  
Hypnos. Revista do Centro de Estudos da Antiguidade     Open Access  
Intercâmbio. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem     Open Access  
Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade     Open Access  
Interespe. Interdisciplinaridade e Espiritualidade na Educação     Open Access  
J. on Innovation and Sustainability     Open Access   (Followers: 7)
Leitura Flutuante. Revista do Centro de Estudos em Semiótica e Psicanálise     Open Access  
Lutas Sociais     Open Access  
Paralaxe     Open Access  
Pensamento & Realidade. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração     Open Access  
Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política     Open Access  
Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba     Open Access  
Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe)     Open Access  
Revista de Cultura Teológica     Open Access  
Revista de Estudos da Religião (REVER)     Open Access  
Revista de Produção Discente em Educação Matemática     Open Access  
Revista do Instituto GeoGebra Internacional de São Paulo     Open Access  
Revista do Núcleo de Estudos de Religião e Sociedade (NURES)     Open Access  
Revista Eletrônica de Biologia     Open Access  
Revista Eletrônica Espaço Teológico     Open Access   (Followers: 1)
Teoliterária : Revista Brasileira de Literaturas e Teologias     Open Access  
Último Andar     Open Access  
Journal Cover Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 1517-8242 - ISSN (Online) 1984-4840
   Published by PUCSP Homepage  [30 journals]
  • Saúde e espiritualidade na formação profissional em saúde, um diálogo
           necessário

    • Authors: Raquel Aparecida de Oliveira
      Pages: 54 - 55
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a1
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Reabilitação intra-hospitalar após transplante
           cardíaco

    • Authors: Jamine Vasconcelos Martinis, Mayron Faria de Oliveira
      Pages: 56 - 60
      Abstract: A insuficiência cardíaca (IC) é uma síndrome complexa caracterizada por alterações neuro-humorais, dispneia, miopatia periférica e redução da expectativa de vida. O transplante cardíaco (TxC) é a última terapia para pacientes com IC. Entretanto, após o TxC as alterações periféricas contribuem para a intolerância ao exercício. A reabilitação cardíaca (RC) é uma intervenção complexa e promove a melhora da capacidade ao exercício, possibilitando retorno mais rápido às atividades diárias. Também promove a melhora da função endotelial, da hemodinâmica, da atividade nervosa simpática, do consumo de oxigênio e da perfusão tecidual, promovendo a redução da mortalidade e da necessidade de hospitalização. A RC intra-hospitalar deve ser iniciada precocemente para evitar os efeitos deletérios do repouso, bem como promover a independência funcional nas atividades diárias. A prescrição do exercício deve levar em conta o fato de que no coração denervado a resposta ao esforço é diferente e deve ser baseada na escala de Borg. Independente do método de prescrição de atividade física pós-transplante, esta pode diminuir e até mesmo reverter as alterações fisiológicas em pacientes após TxC.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a2
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Perfil clínico e laboratorial de pacientes pediátricos com diabetes
           mellitus tipo 1, atendidos em um hospital público terciário de Sorocaba,
           São Paulo, e sua relação com a adesão ao tratamento

    • Authors: Caroline Rosa Pellicciari, Letícia de Arruda Camargo, Alcinda Aranha Nigri, Neil Ferreira Novo
      Pages: 61 - 66
      Abstract: Objetivos: Avaliar o perfil clínico e laboratorial de crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1 (DM1) e relacionar a adesão ao tratamento com os valores da hemoglobina glicada (HbA1c). Métodos: Foi realizada análise do prontuário de 56 pacientes (2 a 17 anos) atendidos no ambulatório de endocrinologia pediátrica do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, durante o período de agosto de 2013 a julho de 2014. Dados como idade, duração da doença, etiologia do diabetes (autoimune ou idiopático), tipo e número de aplicações diárias de insulina, rodízio no local de aplicação, valor de HbA1c, monitorização da glicemia capilar, ingestão de doces e refrigerantes e prática de atividade física foram avaliados. Para a análise estatística, admitiram-se dois grupos: mau controle = HbA1c>9%; e bom controle = HbA1c≤9%, de acordo com a International Society of Pediatric and Adolescent Diabetes (ISPAD). Resultados: A idade média do grupo foi igual a 10,5 anos: com 53,6% (n=30) dos pacientes em estado de cetoacidose diabética ao diagnóstico e 57,1% (n=32) deles com valor de HbA1c>9% no momento do estudo. O grupo de mau controle mostrou maiores idades, sendo composto principalmente por adolescentes (p=0,0230). A ingestão semanal de refrigerante foi associada ao grupo de mau controle (p=0,0500). Os demais fatores estudados não mostraram diferença estatística em relação aos grupos. Conclusões: Um grande percentual de pacientes com DM1 apresentou controle inadequado da doença, principalmente na faixa etária adolescente. O diagnóstico do DM1 na infância e na adolescência ainda é tardio, com elevada presença de cetoacidose diabética ao diagnóstico.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a3
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Indicações de partos cesáreos em hospitais de atendimento ao Sistema
           Único de Saúde: baixo e alto riscos

    • Authors: Joe Luiz Vieira Garcia Novo, Caroline Rosa Pellicciari, Letícia de Arruda Camargo, Sérgio Borges Bálsamo, Neil Ferreira Novo
      Pages: 67 - 71
      Abstract: Objetivo: Analisar indicações de partos cesáreos em pacientes de baixo e de alto risco provenientes, respectivamente, do Hospital Santa Lucinda (HSL) e do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), do Sistema Único de Saúde (SUS), em Sorocaba, São Paulo. Métodos: Estudo retrospectivo dos prontuários das pacientes internadas nesses hospitais, submetidas a cesáreas no período de 01 de março de 2014 a 01 de março de 2015. A pesquisa avaliou parâmetros maternos socioepidemiológicos, reprodutivos, clínicos, indicações das cesáreas e dados neonatais dos recém-nascidos. Resultados: No total de partos ocorridos, indicaram-se cesáreas em 56,3% (CHS) e 32,4% (HSL), havendo significância estatística (p<0,001). Pacientes com cesárea anterior prevaleceram no HSL (77,0%) em comparação com o CHS (56,4%), com proporções estatísticas significativas (p=0,0009). As indicações prevalentes de cesáreas no HSL foram: sofrimento fetal (24,0%), falha na indução ao parto (22,0%) e desproporção céfalo-pélvica (18,7%). No CHS, as maiores proporções foram: sofrimento fetal (35,3%) e iteratividade (25,3%), revelando significância estatística (p<0,0001). Conclusões: O estudo revelou que as proporções de partos cesáreos em ambas as maternidades são superiores àquelas preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A provável redução de proporções de partos cesáreos na maternidade de baixo risco poderia vir com indicações precisas de indução à parturição, utilização de analgesia ao parto e, ainda, com a devida prática da extração baixa transvaginal do feto pelo fórcipe de alívio às parturientes. Em relação às pacientes de alto risco, tal queda de cesáreas estará subordinada às melhores atenções das políticas públicas de atenção à saúde da mulher brasileira.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a4
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Serviço de atendimento móvel de urgência: epidemiologia do trauma no
           atendimento pré-hospitalar

    • Authors: Mateus Kist Ibiapino, Vanessa Brito Miguel Couto, Bernardo Pires Sampaio, Roberto Almeida Rego de Souza, Felipe Andreas Padoin, Irany Santana Salomão
      Pages: 72 - 75
      Abstract: Objetivo: caracterizar as vítimas de trauma atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) no município de Ilhéus, na Bahia. Método: trata-se de um estudo descritivo e retrospectivo, no qual foram analisados 1.588 registros de eventos traumáticos a partir das seguintes variáveis: sexo, idade, dia da semana, período do dia, mecanismo de trauma, topografia e tipo das lesões, escore de trauma revisado, tipo de unidade móvel empregada, profissional responsável pelo atendimento, tempo até atendimento hospitalar, procedimentos realizados e óbitos. Resultados: houve predomínio de vítimas do gênero masculino (69,5%) e de idades entre 18 e 37 anos (46,5%). As ocorrências concentraram-se nos finais de semanas (37,8%) e no período noturno (52,0%). Evidenciou-se preponderância dos acidentes de trânsito (41,3%) como principal mecanismo do trauma, dentre os quais prevaleceram o envolvimento de motocicletas (73,0%). Em relação à distribuição topográfica da lesão, a maioria acometeu os membros (58,2%). As condutas mais adotadas no atendimento pré-hospitalar foram a imobilização (26,3%) e o curativo compressivo (25,9%). Os óbitos perfizeram 2,7% da amostra total. Conclusão: a população mais acometida por eventos traumáticos em Ilhéus demonstrou ser composta por jovens do sexo masculino envolvidos em acidentes de trânsito, principalmente motociclísticos, durante os fins de semana.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a5
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Necessidade de tomografia computadorizada em pacientes com trauma
           cranioencefálico de grau leve

    • Authors: Giuliana Ribeiro Lesur, Mariana Baptista Nishida, José Mauro da Silva Rodrigues
      Pages: 76 - 80
      Abstract: Introdução: O trauma cranioencefálico (TCE), definido como uma lesão no cérebro causado por uma força física externa, é medido pela Escala de Coma de Glasgow (ECG) e pontuado como grave (3–8), moderado (9–13) e leve (14 e 15). O grau TCE está relacionado com a lesão diagnosticada por tomografia computadorizada (TC). No entanto, essa correlação nem sempre ocorre no TCE leve. Objetivo: Identificar o perfil dos pacientes com TCE leve admitidos em um centro de trauma e verificar se o uso rotineiro de TC beneficia esses pacientes. Métodos: Foram analisados 45 laudos de TC. Os dados coletados foram transcritos para o formulário, que continha a avaliação do paciente na ECG como leve, os achados tomográficos e indicações de TC. Resultados: Desses pacientes, 12 foram pontuados com 14 e 33 pacientes com 15. Dentre as indicações de TC, 31 (68,9%) tinham perdido a consciência, 3 (6,7%) pontuaram menos do que 15 até 2 horas da admissão, 1 (2,2%) tinha suspeita de afundamento de crânio, 7 (15,5%) foram vômitos, 5 (11,1%) tinham idade superior a 65 anos, 14 (31,1%) sofriam de amnésia de eventos antes do trauma e 31 (68,9%) apresentaram trauma perigoso. Cinco pacientes apresentaram lesões intracranianas e, entre esses, um com possível intervenção neurocirúrgica. Conclusão: Os pacientes com TCE leve, que tenham pelo menos um dos sinais ou sintomas da presença de lesões devem ser submetidos à TC de crânio.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a6
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Espiritualidade e o enfrentamento de pacientes submetidos à
           quimioterapia

    • Authors: Amanda Genkawa Pinto, Vanessa Braz Guimarães, Leni Boghossiam Lanza
      Pages: 81 - 85
      Abstract: Objetivo: Conhecer a dimensão da espiritualidade no enfrentamento de pacientes submetidos à quimioterapia. Métodos: Tratou-se de uma pesquisa descritiva, transversal e exploratória com abordagem qualitativa realizada com 15 pacientes submetidos à quimioterapia em uma instituição hospitalar pública, de ambos os sexos, maiores de 18 anos. Foi utilizada entrevista semiestruturada, com perguntas abertas, cujas respostas foram gravadas, transcritas e organizadas por meio do discurso do sujeito coletivo. Resultados: Os resultados revelaram que os sentimentos são variados, dividindo-se em sentimentos otimistas, em sua maioria, e também negativos. Conclusão: A espiritualidade/religiosidade exerce influência significativa durante o tratamento quimioterápico, contribuindo para que a pessoa passe por esse momento com mais otimismo.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a7
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Programa de neurologia para a formação do residente em
           psiquiatria no Brasil

    • Authors: Marcel Wilkins Pereira Souza, Carlos Arteaga Rodríguez
      Pages: 86 - 91
      Abstract: Introdução: A psiquiatria e a neurologia são especialidades entrelaçadas. O avanço da neuropsiquiatria viabilizou a incisão da dicotomia funcional-orgânico e a necessidade de incluir conteúdos de neurologia na formação do psiquiatra. Objetivos: Determinar o conteúdo e a metodologia da disciplina de neurologia na formação do residente de psiquiatria. Métodos: De 2011 a 2013, realizou-se uma pesquisa teórico-reflexiva. Consultou-se os sítios da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), das residências em psiquiatria do Brasil, PubMed e SciELO. Utilizou-se os termos: programa de residência médica e de residência em psiquiatria; neurologia e residência em psiquiatria. Procurou-se competências, carga horária, atendimento hospitalar ou ambulatorial, supervisor, método de ensino, conteúdo temático, avaliação, pesquisa e literatura recomendada. Resultados e discussão: No Brasil, existem 66 residências em psiquiatria concentradas no Sudeste e Sul (71,1%). Das 840 vagas de residência, 80,1% estão localizadas nessas regiões. Só 8% das residências publicam seus programas, ainda que parciais. Os residentes da psiquiatria acompanham o serviço da neurologia em ambulatórios especializados como neurogeriatria, cefaleia e epilepsia. Nenhuma residência divulga o conteúdo temático e a literatura recomendada. Um estágio reportou a necessidade de avaliação para sua conclusão. Conclusões: No Brasil, não existe um programa completo de neurologia para formar o psiquiatra. É necessário que as residências publiquem seus programas e experiências. Sugere-se que a ABP estruture um programa nacional para que as instituições possam adequálo à sua realidade. Propõe-se que o preceptor de neurologia faça parte do serviço da psiquiatria e não que o residente passe por ambulatórios subespecializados de neurologia.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a8
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Insuficiência cardíaca diastólica

    • Authors: Lauro Martins Júnior
      Pages: 92 - 93
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a9
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Doença de Kawasaki em lactente: relato de caso

    • Authors: Karine Guimarães Lacerda, Gabriela Moreira de Toledo, Izilda das Eiras Tâmega, Bárbara Werner Griciunas, Luciana Cristina Vieira dos Santos
      Pages: 94 - 96
      Abstract: Relato de caso de lactente diagnosticada com doença de Kawasaki, vasculite febril que atinge principalmente crianças entre 2 e 3 anos de idade. O agente etiológico é ainda desconhecido, mas a epidemiologia e o quadro clínico sugerem caráter infeccioso. Pode haver envolvimento cardíaco e microaneurismas em coronárias. Os diagnósticos diferenciais são sarampo, adenovírus e artrite reumatoide juvenil. O tratamento é feito com imunoglobulina intravenosa, salicilatos e corticoterapia. A paciente de 13 meses de idade, previamente hígida, apresentou primeiramente quadro de febre alta com rinorreia e congestão ocular, medicada com sintomáticos; três dias após, evoluiu com quadro de hiperemia em face, tronco e membros, novamente tratada com sintomáticos e anti-histamínico. Após dois dias, apresentou edema em face, mãos e pés, hiperemia difusa, exantema oral e febre; foi encaminhada ao hospital e internada para investigação. Apresentava todos os critérios para doença de Kawasaki: febre alta, congestão ocular, alteração em cavidade oral, exantema polimorfo, edema em extremidades e linfadenopatia cervical aguda. Foi medicada com imunoglobulina intravenosa e salicilatos. Após alta hospitalar, cursou com febre, edema e descamação palmoplantar; foi internada e reintroduzida imunoglobulina intravenosa, salicilatos e corticoterapia; evoluiu bem e teve alta em dois dias. Durante sua internação, realizou-se ecocardiograma, que descartou alterações cardíacas.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a10
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Obstrucción intestinal por litiasis biliar: relato de un caso

    • Authors: Miguel Enrique Rodriguez Rodriguez, Oscar Díaz Pi, Javier Mellado Herrera, Luis Emilio Jurit Rodriguez, Gandy Guasch Figueras
      Pages: 97 - 99
      Abstract: El íleo biliar es una complicación poco común de la litiasis biliar, que se presenta como un cuadro de obstrucción intestinal; es más frecuente en pacientes ancianos. El cuadro clínico del íleon biliar es difuso y la Tríada de Rigler se observa en menos del 30% de los pacientes. El tratamiento quirúrgico va desde enterotomía y litotricia hasta la colecistectomía con tratamiento de la fístula. Se presenta una paciente de 86 años de edad que después de una semana de síntomas y de tratamiento médico se le diagnostica una oclusión intestinal, se decide su tratamiento quirúrgico y como hallazgo se encuentra una litiasis biliar como causa de la oclusión.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a11
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Síndrome serotoninérgica associada a uso de sertralina: relato
           de caso

    • Authors: Bárbara Werner Griciunas, Norton Yoshiaki Kitanishi, Renata Carvalho de Souza, Daniel Azevedo Cavalcante, Leonardo Mattiolli Marini
      Pages: 100 - 102
      Abstract: Relato de caso de síndrome serotoninérgica em paciente que iniciou uso de sertralina em dose maior do que o dobro do recomendado para o tratamento de depressão psicótica. Apresentou contratura de membros, olhar perplexo, mutismo e pressão arterial (PA) de 230 x 110 mmHg. A síndrome é cada vez mais comum, mas não é bem reconhecida. Muitos medicamentos podem causá-la e deve-se considerar essa possibilidade em pacientes em uso de medicamentos serotoninérgicos que se apresentam com distúrbios autonômicos ou mentais e sintomas neurológicos. Os achados de clonus, crise oculógira, hiper-reflexia e hipertonicidade devem levar à revisão da medicação. O tratamento centra-se na cessação de agentes causadores, tratamento da possível hipertermia e uso de benzodiazepínicos para diminuir a hipertonia e a excitabilidade neurológica.
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a12
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
  • Pancreatite obstrutiva por pâncreas divisum:
           colangiorressonância magnética

    • Authors: Fernando Pessuti, Cristina Asvolinsque Pantaleão Fontes, Kenwin Chan Tong
      First page: 103
      PubDate: 2017-06-26
      DOI: 10.23925/1984-4840.2017v19i2a13
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.92.155.160
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016