for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help

Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro   (Total: 34 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 34 of 34 Journals sorted alphabetically
Abusões     Open Access  
Ballot     Open Access  
Caderno Seminal     Open Access  
Cadernos de Estudos Sociais e Políticos     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos do Desenvolvimento Fluminense     Open Access  
Childhood & Philosophy     Open Access   (Followers: 5)
DEMETRA : Alimentação, Nutrição & Saúde     Open Access  
e-Mosaicos : Revista Multidisciplinar de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira     Open Access  
Ekstasis : Revista de Hermenêutica e Fenomenologia     Open Access  
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporânea     Open Access  
Epos : Genealogias, Subjetivaçãoes e Violências     Open Access  
Espaço e Cultura     Open Access  
Geo UERJ     Open Access  
História, Natureza e Espaço - Revista Eletrônica do Grupo de Pesquisa NIESBF     Open Access  
Intellèctus     Open Access   (Followers: 1)
Jornal Brasileiro de TeleSSaúde     Open Access  
Logos : Comunicação e Universidade     Open Access  
Matraga - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ     Open Access  
Pensares em Revista     Open Access  
Polêm!ca     Open Access  
Psicologia e Saber Social     Open Access  
Revista da Faculdade de Direito da UERJ     Open Access  
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ     Open Access  
Revista de Direito da Cidade     Open Access   (Followers: 1)
Revista de Finanças Públicas, Tributação e Desenvolvimento     Open Access   (Followers: 1)
Revista Direito e Práxis     Open Access  
Revista Enfermagem UERJ     Open Access   (SJR: 0.258, h-index: 8)
Revista Internacional de Ciências     Open Access   (Followers: 1)
Revista Maracanan     Open Access  
Revista Neiba, Cadernos Argentina Brasil     Open Access  
Revista Tamoios     Open Access  
Soletras Revista     Open Access   (Followers: 1)
Sustinere : Revista de Saúde e Educação     Open Access  
Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares     Open Access  
Journal Cover Ekstasis : Revista de Hermenêutica e Fenomenologia
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Online) 2316-4786
   Published by Universidade do Estado do Rio de Janeiro Homepage  [34 journals]
  • Pareceristas Ad Hoc

    • Authors: Revista Ekstasis
      Abstract: Listagem de Pareceristas Ad Hoc - vol. 6 n.1 (2017)
      PubDate: 2017-10-25
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Expediente

    • Authors: Revista Ekstasis
      Abstract: Expediente vol.6 n.1 (2017)
      PubDate: 2017-10-25
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Editorial

    • Authors: Peter Franco
      Abstract: Editorial Vol. 6 n.1
      PubDate: 2017-09-18
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • O ser-com do ser-aí

    • Authors: Jean-Luc Nancy
      Abstract: Este texto foi publicado na lieu-dit Revue, n° 19, Lyon, outubro de 2003 (republicado nos Cahiersphilosophiques n°111, «Heidegger politique et philosophie»).Tradução de Carlos Cardozo Coelho, doutor em Filosofia pela PUC-Rio. E-mail: cardozocoelho@gmail.com.
      PubDate: 2017-09-18
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Limites da crítica de Merleau-Ponty a Sartre em O Visível e o
           Invisível

    • Authors: Fernanda Alt
      Abstract: Neste artigo apresentamos pontos fundamentais da crítica de Merleau-Ponty à ontologia sartriana no capítulo “Interrogação e dialética” de O Visível e o Invisível. Neste texto, o autor realiza um trabalho minucioso de contraposição às noções de ser e nada na filosofia de Sartre, as quais ele equipara aos modos de ser para-si e em-si, propostos em O Ser e o Nada. A fim de realizar um trabalho sobre esta crítica, apresentando seus argumentos para em seguida contestar alguns de seus pontos, iremos, num primeiro momento, discorrer sobre a concepção de negatividade em Sartre segundo Merleau-Ponty e o consequente dualismo que ela permite instaurar. Num segundo e breve momento, mencionaremos de que modo este dualismo de base se estende ao problema da relação com o outro (autrui). Por fim, concluiremos evidenciando pontos que contestam tal crítica, de modo a apontar seus limites mas também sua importância.
      PubDate: 2017-09-17
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Pré-Compreensão e círculo hermenêutico em Rudolf Bultmann:
           investigações sobre as influências em Hans-Georg Gadamer

    • Authors: José Edvaldo Pereira Sales
      Abstract: O artigo inicia com uma breve introdução ao pensamento de Rudolf Bultmann quanto ao Kerygma e à desmitologização (Entmythologisierung) com ênfase para as influências da analítica existencial de Martin Heidegger. São dados dois destaques à teologia existencialista de Bultmann: a pré-compreensão (Vorverständnis) e o círculo hermenêutico (Hermeneutischer Zirkel), a partir dos quais são feitas comparações entre Bultmann e Gadamer, influenciados por Heidegger, com o objetivo de identificar as influências sofridas por Gadamer.
      PubDate: 2017-09-17
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Fenomenologia e religião: uma leitura do livro "Fenomenologia da vida
           religiosa" de Heidegger

    • Authors: Marcos Alexandre Alves, Alice Krebs Teles
      Abstract: O texto apresenta a preleção intitulada Introdução à fenomenologia da religião, proferida por Martin Heidegger, no semestre de inverno de 1920-21, em Freiburg. A proposta consistiu em elaborar uma fenomenologia da religião que serviria de base para uma ontologia formal. O livro está dividido em duas partes: 1ª parte trata da delimitação do método fenomenológico, explicita o objeto e forma de acesso adequado da religião enquanto experiência religiosa originária; 2ª parte aborda fenômenos religiosos concretos que estão em conexão com as epístolas paulinas e oferece uma exegese bíblica da experiência religiosa do cristianismo primitivo. A preleção concentrou-se em aplicar o método fenomenológico à experiência religiosa originária do cristianismo e não a religião enquanto tal, ou seja, realizar uma fenomenologia da vida fáctica a partir de documentos da história da religião.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Exaíphnēs (Platão) e Augenblick (Nietzsche) Em questão o acontecimento
           de uma mesma súbita transformação

    • Authors: Izabela Bocayuva
      Abstract: Platão tematiza o acontecimento do acesso à filosofia como um salto súbito (exaíphnēs). Isso se dá muito explicitamente no mito da caverna e na Carta Sétima. Nietzsche, no discurso de Zaratustra Da visão e do enigma, ao apresentar o pensamento fundamental do Eterno Retorno que vale também como acontecimento do acesso à filosofia, tematiza o mesmo salto, denominando-o Instante (Augenblick). A intenção desse artigo é mostrar uma imbricação desses dois pensadores a partir desse aspecto do acesso ao pensamento radical.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • O Cotidiano e a Caverna: a Vida Comum entre Heidegger e Platão

    • Authors: Germano Nogueira Prado
      Abstract: A crítica heideggeriana à metafísica já se tornou lugar-comum nos meios acadêmicos. Também é moeda corrente o fato de que Heidegger caracteriza a metafísica como platonismo: o mais conhecido escrito de Heidegger sobre Platão – A doutrina de Platão sobre a verdade – assinala explicitamente que os traços essenciais da metafísica, que teriam determinado a história do Ocidente desde então, “aparecem” pela “primeira vez” no pensamento platônico. Assim, a imagem do Heidegger “crítico” de Platão se tornou igualmente bem conhecida. Menos célebre e, talvez, algo controversa, é a ideia de que entre a obra de Platão e o caminho de Heidegger haja não apenas distância, mas proximidades essenciais. O escopo do presente trabalho é ensaiar dois passos na direção dessa ideia: 1) uma indicação da relação entre Heidegger e Platão, culminando em e tendo como pano de fundo uma compreensão da relação entre Heidegger e a tradição (filosófica (ocidental)); 2) um esboço que procura o comum entre o modo como esses dois pensadores pensam o cotidiano, a vida comum.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Lugar e espacialidade: contribuições para uma hermenêutica
           topológica

    • Authors: Rebeca Furtado de Melo
      Abstract: O presente trabalho busca fornecer argumentos a favor da tese de que o pensamento hermenêutico quando se mantém atento à espacialidade própria do lugar no qual os acontecimento compreensivo e fenômenos hermenêuticos se dão, se torna mais esclarecedor para tratar de situações hermenêuticas limites. O texto investiga como o conceito de lugar pode lançar luz sobre os principais problemas da tradição hermenêutica e sobre os fenômenos que ela tem em vista, propondo uma hermenêutica topológica que busca compreender o lugar a que pertencemos e a partir do qual somos. Para tanto, a discussão recorre a alguns dos trabalhos sobre lugar e situação publicados por Jeff Malpas nos últimos anos, a fim de trazer novas perspectivas para essa questão.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • Do homologein ao niilismo: a saga da hybris na consolidação da
           metafísica como métron do real

    • Authors: Fábio Candido dos Santos
      Abstract: O propósito deste artigo é analisar, a partir de Heidegger e Nietzsche, como um fenômeno grego específico - a hybris - possibilitou o desenvolvimento historial da metafísica enquanto discurso hegemônico do real. Destacando a transição do medievo para a modernidade sem, contudo, perder a dimensão de sua proveniência grega, a investigação parte da tese nietzschiana que afirma ser a hybris a essência do homem moderno e retroage com Heidegger até Heráclito para analisar o fenômeno em sua fonte. Tendo a origem (antiguidade) e o fim (modernidade) determinados, a discussão encaminha-se para a apropriação romano-cristã da hybris nas figuras medievais do imperium e do sacerdotium e aponta, por fim, como tais estruturas possibilitarão a morte de Deus a partir do nascimento da subjetividade e de sua degeneração em niilismo, aparições modernas da hybris e momentos capitais de desenvolvimento da metafísica enquanto métron do real.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • A experiência hermenêutica a partir da noção de jogo

    • Authors: Vanessa Steigleder Neubauer, Geovanni Tognon da Silva
      Abstract: O conceito de experiência pautado na hermenêutica filosófica de Gadamer pode ser pensado a partir da noção de Jogo. Esclareceremos o conceito de experiência implicado na estrutura do jogo, tensionado pelo círculo hermenêutico, onde se estabelece um diálogo sério que traz o sentido de uma verdadeira experiência filosófica. A noção de experiência significativa é o movimento de instauração de sentido da existência individual e coletiva, que decorre de seu próprio modo de ser, assumindo uma compreensão ontológica, pois é na conversação de um aí dado e finito, considerado em sua dinamicidade, que temos uma unidade de sentido factual.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
  • A Purificação Husserliana da Imagem no Curso “Fantasia e Consciência
           de Imagem”

    • Authors: Thiago Pignata Carezzato
      Abstract: O presente artigo busca verificar, nas páginas do curso “Fantasia e Consciência de Imagem”, a justeza de um diagnóstico bastante difundido acerca da imaginação em Husserl, segundo o qual ela não ocuparia senão um lugar inferior na hierarquia intencional. Defenderemos que é a adoção de um ponto de vista que não discrimina os tipos de imagem que dá respaldo ao suposto primado da percepção husserliano. Contudo, o modelo unitário de análise não é o único e se revela insuficiente para dar conta das caracterizações imaginativas. Isto é particularmente notável na representação de fantasia que, diferente da imaginação por representante físico, não está fundada na percepção. Pretendemos então mostrar, seguindo a via discriminativa, como a imagem da fantasia progressivamente é purificada de toda relação com a consciência figurativa e com o modelo perceptivo até ser anunciada por Husserl como uma “pura consciência de presentificação” tão última quanto a presentação perceptiva.
      PubDate: 2017-08-31
      Issue No: Vol. 6 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.91.38.173
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016