Journal Cover
Cadernos de História
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2237-8871 - ISSN (Online) 1679-5636
Published by Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Homepage  [13 journals]
  • Expediente

    • Authors: Rafael Mourão
      Pages: 350 - 356
      Abstract: Expediente – v. 18, n. 29, 2º semeste de 2017.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p350-356
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Apresentação – v. 18, n. 29

    • Authors: Marcelo de Araújo Rehfeld Cedro
      Pages: 357 - 361
      Abstract: Apresentação dos Cadernos de História, v. 18, n. 29, 2º semestre 2017.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p357-361
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Guerra e paz na fronteira dos homens: o cotidiano na colônia militar
           Pedro Segundo do Rio Araguari (fronteira franco-brasileira em meados do
           século XIX)

    • Authors: Rafael Amaro da Silva
      Pages: 362 - 392
      Abstract: Este artigo visa abordar como o discurso oficial, apresentado pelos jornais e relatórios, influenciava e retratava o cotidiano na colônia militar Pedro Segundo, considerando a importância de demarcar, vigiar e proteger a fronteira franco-brasileira no Segundo Reinado, período em que a região se tornou delicada devido ao pós-Cabanagem e à contestação do território tanto pelo Brasil, quanto pela França.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p362
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • A migração no contexto da Belle Époque paraense: uma revisão da
           literatura recente

    • Authors: Breno Rodrigo de Oliveira Alencar
      Pages: 393 - 408
      Abstract: A migração para o Estado do Pará, no contexto da Belle Époque, constitui um importante fenômeno histórico-regional. Neste trabalho, que se caracteriza por ser uma revisão bibliográfica do tema, discorre-se sobre as características desse fenômeno, buscando identificar os roteiros, as experiências e o perfil dos indivíduos nesse processo. A partir da análise do conteúdo, metodologia e resultados obtidos por Marília Emmi, Cristina Cancela e Franciane Lacerda em suas respectivas pesquisas sobre os italianos, os portugueses e os cearenses que aportaram na região entre as últimas décadas do século XIX e o início do século XX, conclui-se que sua relevância para a cartografia social da Amazônia não se resume apenas a fatores econômicos, mas também culturais e políticos. Assim, dá-se ênfase ao rico corpo documental e a profusão de análises realizadas pelas autoras no que diz respeito à condição do migrante nas localidades de destino, suas motivações para migrar, a viagem e o imaginário sobre a Amazônia. 
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p393
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • A homossexualidade masculina nas teses inaugurais da Faculdade de Medicina
           da Bahia (1850-1900)

    • Authors: Daniel Vital dos Santos Silva
      Pages: 409 - 428
      Abstract: O objetivo deste artigo é indicar como a homossexualidade masculina foi tematizada pelos médicos baianos oitocentistas. De uma denúncia moral, o erotismo e o afeto entre homens tornou-se, no final do século, uma doença específica dotada de características corpóreas bem marcadas e identificáveis. Intenta-se, igualmente, demonstrar que esses discursos médicos estavam ligados a preocupações da sociedade naquele período, não constituindo de maneira alguma uma discussão vazia, descolada da realidade, mas realizada na Faculdade de Medicina da Bahia.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p409
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Entre leis, censos e congressos: o debate sobre o trabalho livre no
           Brasil, na segunda metade do século XIX

    • Authors: João Fernando Barreto de Brito
      Pages: 429 - 459
      Abstract: Os anos de 1850-1878 notadamente caracterizaram-se por intensos debates entre parlamentares em todo o Estado Imperial, no que tange aos rumos que tomaria a grande lavoura exportadora, dos investimentos e da manutenção do controle dos fazendeiros sobre os trabalhadores livres e cativos. Nesse período, transformações nas relações de trabalho estavam em curso, pautadas por uma nova lógica, a qual se construía de maneira concomitante ao processo de desmoronamento do sistema escravista e às tentativas de regulamentação do trabalho livre, a partir da promulgação de leis como a Lei Eusébio de Queiróz (1850), a Lei de Terras (1850), a Lei do Ventre Livre (1871) e a Lei de Locação de Serviços (1879). Nesse âmbito, as diferenças entre os fazendeiros cafeicultores do Sul e os senhores do açúcar do Norte do Império passariam a polarizar as discussões acerca dos melhoramentos no campo (como financiamentos e usos de novas técnicas) e do controle da mão de obra livre.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p429
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • A cidade à noite: tensões e sociabilidade no espaço público pelotense
           (Pelotas-RS, 1930-1939)

    • Authors: Thaís de Freitas Carvalho
      Pages: 460 - 484
      Abstract: O presente estudo discute a noite pelotense de 1930 a 1939, com ênfase nas sociabilidades noturnas ligadas à cultura popular desse período. A escolha da década de 1930 do século passado refere-se à conjuntura de urbanização e modernização da cidade de Pelotas, percebida na análise do desenvolvimento do espaço urbano, eletrificação e dinamização das atividades culturais. Torna-se evidente a relação da cidade e seus habitantes com concepções e noções de comportamento ligadas aos ideais de modernidade e civilidade, os quais carregavam elementos de normatização que serviam ao surgimento de um capitalismo voltado ao consumo. O confronto entre estes novos padrões de convivência social e os velhos valores herdados de um modo de vida rural é contemplado neste trabalho por meio da análise das sociabilidades noturnas presentes nesse universo popular. O tempo noturno, escolhido por privilegiar o domínio dos trabalhadores sobre seu tempo, revela esses e outros traços de uma cultura popular que se mostra efervescente e singular. Partindo das declarações e depoimentos contidos nos inquéritos policiais e processos criminais do período, torna-se possível visualizar a vitalidade de uma noite popular que transitou pelas ruas e recheou o espaço urbano com seus encontros, seus conflitos e seus amores.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p460
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • A cidade de Porto Alegre e as águas do Guaíba: uma história de
           “encontros” e “desencontros”

    • Authors: Fabiano Quadros Rückert, Antônio João Dias Prestes
      Pages: 485 - 510
      Abstract: O objetivo deste artigo consiste em produzir uma reflexão sobre as relações entre a cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, e as águas do Guaíba. Localizado nas margens do lago Guaíba, o sítio urbano porto-alegrense ganhou forma influenciado pelas águas desse manancial que sofreu diferentes tipos de intervenções humanas a partir do desembarque dos primeiros açorianos na região.  Partindo da premissa de que as relações entre a cidade de Porto Alegre e as águas do Guaíba foram construídas articulando interesses políticos e econômicos, saberes técnicos e elementos naturais, a primeira parte do artigo aborda o processo de poluição do lago Guaíba; e a segunda parte destaca as iniciativas para sua despoluição e recuperação ambiental, encaminhadas pelo poder público e pela sociedade em diferentes momentos históricos.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p485
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Sobre progresso, urbanismo e contradições: cidade e história no sertão
           das Minas Gerais no século XX

    • Authors: Alysson Luiz Freitas, Kamila Freire Fonseca
      Pages: 511 - 528
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo analisar o cenário de progresso e modernidade que se constituiu na cidade de Montes Claros, norte de Minas Gerais, no decorrer do século XX. A nossa análise empreende esforços sobre a compreensão da história urbana na região montes-clarense. Para a concretização desse trabalho, tivemos como base teórica os estudos sobre História das Cidades, livros, dissertações e teses produzidos nas últimas décadas por memorialistas, historiadores e profissionais de áreas afins. Além destas bases teóricas, exploramos também documentos municipais que registraram a busca por melhorias na cidade nos aspectos estruturais e urbanos e contamos, ainda, com os relatos de moradores do bairro São Judas Tadeu, na intenção de construir “uma história vista de baixo” sobre os aspectos de desenvolvimento urbano. Sendo assim, partimos do estudo da cidade e de um de seus principais bairros para compreender suas condições de progresso, urbanismo e algumas das contradições presentes no seu crescimento.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p511
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • A cidade e o shopping: considerações sobre a relação urbana envolvendo
           a presença de shoppings centers e o caso da cidade de Blumenau-SC durante
           a década de 1990

    • Authors: André Procópio Gomes
      Pages: 529 - 552
      Abstract:  Apesar dos anos 1980 serem apontados como o primeiro grande momento em que shoppings centers são construídos no Brasil, é durante os anos 1990 que esse tipo de empreendimento urbano se espalha pelo território nacional para além dos limites das capitais. O Shopping Neumarkt, inaugurado em 1993 na cidade de Blumenau, Santa Catarina, entra nesse movimento de expansão em direção às cidades de porte médio no interior. Por meio do uso de periódicos e entrevistas orais, dois acontecimentos-chave são abordados: a inauguração e consolidação do Shopping Neumarkt e a reurbanização da rua XV de novembro, compreendendo todo o período da década de 1990. Pelo fato de essa reurbanização ser usualmente apontada como uma maneira de transformar a rua XV de novembro num shopping a céu aberto, foi desenvolvida uma relação entre a construção do Shopping Neumarkt e a cidade de Blumenau. O objetivo da pesquisa está em compreender uma nova forma de relacionamento da cidade. Mais do que destruir a urbanidade clássica, os shoppings produziram uma nova forma de conceber a urbanidade.

      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p529
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Uma cidade e a utopia autoritária

    • Authors: Izaias de Souza Freire
      Pages: 553 - 563
      Abstract: Durante o regime militar, uma cidade no Sul do Brasil foi exemplar para a utopia autoritária. Em Joinville, próspero polo industrial de Santa Catarina, a cultura política local que difundiu uma imagem de cidade sem conflitos, em que o progresso harmonizava as relações sociais, encontrou ressonância no ideal do regime de 1964. Os indícios encontrados na investigação que originou o presente artigo buscam dar visibilidade à identificação que havia entre fileiras militares e o “espírito da cidade”. Foram pesquisadas fontes de jornais impressos e acervo fotográfico no arquivo público da cidade.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p553
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • 1964: golpe ou revolução' A disputa pela memória nas páginas do
           jornal O Estado de S. Paulo

    • Authors: Cássio Augusto Samogin Almeida Guilherme
      Pages: 564 - 590
      Abstract: O presente texto analisa as edições do jornal O Estado de S. Paulo publicadas a cada 31 de março e 01 de abril entre os anos da Nova República brasileira (1985-2016). Nosso objetivo é discutir a disputa pela memória do golpe e dos anos de Ditadura no Brasil. Nossa hipótese é que nos primeiros momentos o Estadão legitimou o discurso da “revolução democrática”, posteriormente, assumindo a interpretação de uma “contrarrevolução” e por fim, nos governos petistas, há uma acirrada disputa pela memória, em especial, no contexto da Comissão Nacional da Verdade.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p564
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • “Mal-estar entre os ferroviários”: a relação entre o Estado, a
           CVRD, o SINDFER e os trabalhadores de 1957 a 1961

    • Authors: André Ricardo Valle Vasco Pereira, Douglas Edward Furness Grandson
      Pages: 591 - 615
      Abstract: Esse artigo toma o jornal do Partido Comunista do Brasil (PCB), Folha Capixaba, no período de 1957 até 1961, como base para estudar as relações estabelecidas entre o poder de Estado, a direção da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), o Sindifer (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Vitória) e os trabalhadores. Buscamos identificar as estratégias usadas por comunistas e trabalhistas como mediadores no interior desse arranjo de poder. Para tanto, discutimos com a literatura especializada e buscamos uma solução interpretativa que não seja unilateral no sentido dos mecanismos de controle ou cooptação, das dinâmicas internas das lideranças e das realidades vividas pelos ferroviários. Além disso, acompanhamos as circunstâncias mutantes de uma conjuntura complexa e rica, nas quais os atores por vezes se aliaram ou se afastaram, mas tendo sempre que dar respostas satisfatórias às pressões de suas bases e tendo em vista os limites estabelecidos. 
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p591
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Cidade e memória: entre o desejo e o afeto

    • Authors: Adriana Mara Vaz de Oliveira, Márcia Metran de Mello
      Pages: 616 - 628
      Abstract: Este artigo propõe um mergulho na gênese da cidade de Goiânia, perquirindo a memória dos seus criadores e de seus moradores pioneiros. A euforia expressa no desejo e sonho de construir uma nova cidade manifesta-se claramente em todos os relatos oficiais que constituem a memória histórica de Goiânia. Aqueles que detinham o controle do desejo realizaram o sonho. A afeição de todos os pioneiros por aquele lugar inóspito foi garantida pelo desejo de consolidar a cidade nova e moderna, que se contrapunha ao antigo e atrasado representado pela cidade de Goiás. A memória compartilhada manifestou-se nos seus depoimentos. 
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p616
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Das concepções de memória e identidade de Candau à representação dos
           carretéis de Iberê Camargo

    • Authors: Mirian Martins Finger
      Pages: 629 - 644
      Abstract: O presente artigo abordará algumas questões referentes à relevância da memória no fazer plástico do artista gaúcho Iberê Camargo, mais especificamente na série Carretéis. Para isso, o texto será balizado em Joël Candau (2005-2014) e suas concepções alusivas à memória e identidade, assim como em Halbwachs (2006), Gagnebin (2006) e Nora (1993); além de autores que contemplam a temática “arte” (Goodman, 1978) e “Iberê Camargo”, como Massi (2009), Pasta (2003), Siqueira (2009) e textos do próprio artista (1987; 2009; 2012a; 2012b). Há neste breve estudo uma tentativa de situar alguns momentos da vida artística de Iberê e demonstrar, por exemplo, como a “memória propriamente dita ou memória de alto nível” e a “metamemória” do artista integraram sua produção plástica. O escrito terá início com uma breve conceituação dos modos de memória de Candau, seguido por um brevíssimo relato sobre a vida do artista. A seguir, serão introduzidas as questões relevantes ao tema memória, explanando a partir da trajetória do artista, a presença da memória propriamente dita (recordações e lembranças) como mote para a produção gráfica, pictórica e textual, e a metamemória (representações que fazia de sua memória).
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p629
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Mitos, ritos e símbolos: o culto a Nossa Senhora das Águas-PR

    • Authors: João Paulo Pacheco Rodrigues, Sandra de Cássia Araújo Pelegrini
      Pages: 645 - 664
      Abstract: Esse artigo propõe analisar a festa de Nossa Senhora das Águas-PR, a partir dos anseios da comunidade católica de Ivatuba. Mesmo que essa celebração seja uma prática religiosa que se fundamenta em ritos e símbolos de outros lugares, apresenta, contudo, particularidades que foram solidificadas no processo de criação da santa na região onde serpenteia o rio Ivaí. Pautados nos pressupostos teóricos de Burke (2004), Hobsbawm (1984) e Portelli (2004), buscamos compreender as raízes para tal devoção e como o sentimento mariano foi solidificado no cerne ivatubense.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p645
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • D. Sebastião no município de Barra Longa, Minas Gerais (1826)

    • Authors: Alex Lombello Amaral
      Pages: 665 - 674
      Abstract: O objetivo desta comunicação é dar à luz um curioso caso de sebastianismo que aconteceu em Barra Longa, Minas Gerais (1826), então arraial da cidade de Mariana. A fonte em que se encontra esse caso específico é o periódico O Universal, de Ouro Preto, mas também são utilizadas como fontes para ambientar o caso de Barra Longa o relato dos viajantes naturalistas Spix e Martius (1981), o primeiro volume do Dicionário Bibliográfico Brasileiro, de Sacramento Blake (1883), e os periódicos Abelha do Itaculumy, Pregoeiro Constitucional, Despertador Mineiro e O Povo respectivamente de Ouro Preto, Pouso Alegre, São João Del Rei e Ouro Preto. A comunicação trata da presença do sebastianismo em Minas Gerais em seus diversos aspectos, desde a crença na volta de Dom Sebastião até a simples presença do discurso sebastianista no repertório linguístico dos redatores dos periódicos. Depois é abordado o caso de Barra Longa, em que um Dom Sebastião é tido como verdadeiro.
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p665-674
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
  • Bento Munhoz da Rocha Netto e a sua interpretação das
           Américas

    • Authors: Maria Julieta Weber Cordova
      Pages: 675 - 684
      Abstract: Comunicação apresentada no VII Seminário Nacional de Sociologia e Política, Universidade Federal do Paraná, no Grupo de trabalho "Pensamento Social".
      PubDate: 2017-11-14
      DOI: 10.5752/P.2237-8871.2017v18n29p675-684
      Issue No: Vol. 18, No. 29 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.80.102.170
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-